Tendência Zero Trust amplia ofertas da indústria de tecnologia

Solução empregada há mais de dez anos pela companhia chega para organizações e parceiros que buscam desenvolver ferramentas para proteção de dados, aplicativos, dispositivos e usuários

Compartilhar:

Com o objetivo de ampliar e reforçar os serviços e soluções de segurança de seu ecossistema digital, o Google Cloud anunciou a chegada do BeyondCorp Enterprise para seus clientes e parceiros globais, incluindo o Brasil. Após utilizar a suíte internamente para proteção de aplicativos, dados, e usuários do Google, agora, a tecnologia aberta está disponível para aqueles que querem desenvolver suas próprias aplicações, em busca de melhorias em proteção, mas a partir de uma experiência simples para usuários e administradores.

 

O BeyondCorp Enterprise foi construído sob o conceito de Confiança Zero (tradução livre para Zero Trust, em inglês) — modelo de segurança onde todos os usuários e dispositivos de uma única organização precisam ter credenciais verificadas para realizar qualquer ação na rede, seja interna ou externa — utilizado pelo Google há mais de uma década para garantir a integridade dos aplicativos, usuários e dos dados gerenciados e armazenados pela empresa. A disponibilização da nova suíte de código aberto ao mercado veio após anos de experiência, simplificando e adaptando a tecnologia para auxiliar de forma ágil aqueles que estão começando sua jornada digital e identificam que a proteção é um ponto importante. Segundo uma pesquisa da Cybersecurity Insiders, em 2020, 72% dos tomadores de decisões em TI planejavam implementar a arquitetura Zero Trust no decorrer do ano.

 

“Como vivemos e respiramos a Confiança Zero por tanto tempo, sabemos que as organizações precisam de uma solução que não apenas melhore suas ações de segurança, mas, também, forneça uma experiência simples tanto para usuários quanto aos administradores”, explica Sunil Potti, VP/GM do Google Cloud Security.

 

A plataforma é escalável e confiável, com o princípio de Confiança Zero em uma arquitetura segura, incluindo suporte por meio do Chrome para mais de 2 bilhões de usuários e uma rede global com 144 pontos de presença de rede em mais de 200 países e territórios. Toda a área é protegida de ponta a ponta pelo serviço de proteção DDoS, com avaliações de risco, e segurança de plataforma verificável, em tempo real.

 

Por fim, Sunil reforça que essa tecnologia será o futuro para segurança digital corporativa, feita em código aberto e adaptável para as necessidades de cada empresa. “Investimos muitos anos para trazer aos nossos clientes uma solução que seja econômica e requer o mínimo de interrupção nas implantações e processos de negócios existentes, usando confiabilidade e escala como nossos principais critérios de design”, afirma.

 

Para a implementação do BeyondCorp Enterprise, os clientes do Google Cloud contam com a rede de parceiros BeyondCorp Alliance, composta por empresas como Crowdstrike, Tanium, Check Point, Citrix, Jamf, Lookout, Palo Alto Networks, Symantec, VMware e Deloitte.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Itaú Unibanco lança campanha nacional de Marketing sobre Segurança e fraudes

Filmes serão exibidos na programação da TV Globo; campanha faz parte da estratégia para posicionamento do Itaú como banco referência...
Security Report | Overview

Brasil é uma das principais origens de ataques de DoS, aponta levantamento

Relatório da ISH Tecnologia também apresenta tentativas de logins mais usadas por criminosos, entre outros dados
Security Report | Overview

27% dos ataques cibernéticos na América Latina miram infraestrutura crítica

Pesquisa da Kaspersky também revela problemas no setor de transporte e manufatura
Security Report | Overview

Paris 2024: pesquisa revela que os Jogos estão em alto risco de ciberataques

De acordo com a Unit 42, os ciberataques são as principais ameaças ao evento esportivo mais importante do ano, com...