[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

Capacitação em Deep Learning e Inteligência Artificial para a Segurança Cibernética

Diante da chegada de novas tecnologias emergentes no mercado, é crucial que as lideranças de Segurança da Informação comecem desde já a traçar casos de uso importantes para seu próprio setor. Nesse artigo, a CISO e Diretora de Privacidade de dados da Leroy Merlin Brasil, Fabiana Tanaka, fala dos usos do Deep Learning em IA para transformar os métodos de detecção de ameaças a uma empresa

Compartilhar:

por Fabiana Tanaka*

 

Nos últimos anos, o cenário da segurança cibernética tem sido marcado pela crescente complexidade e sofisticação das ameaças digitais. Nesse contexto, a aplicação de técnicas de Deep Learning e Inteligência Artificial (IA) tem se destacado como uma abordagem promissora para fortalecer as defesas e mitigar os riscos enfrentados por organizações e usuários em todo o mundo. Neste artigo, exploro os avanços, benefícios e desafios da utilização de Deep Learning e IA na segurança cibernética.

 

O Deep Learning, um subcampo da IA que utiliza redes neurais profundas para aprender e reconhecer padrões complexos em dados, tem revolucionado como lidamos com a segurança digital. Uma das principais aplicações é na detecção de ameaças, onde algoritmos de Deep Learning são treinados para identificar atividades maliciosas, anomalias e padrões suspeitos em tempo real.

 

Os crimes cibernéticos são uma preocupação crescente na era digital, especialmente com o avanço da inteligência artificial (IA) e o surgimento de ameaças como ransomware. A combinação desses elementos torna os ataques mais sofisticados e personalizados, representando um desafio significativo para a segurança cibernética. Os criminosos podem analisar grandes volumes de dados para identificar vulnerabilidades específicas em sistemas e redes. Isso permite que eles adaptem suas abordagens de ataque de acordo com as características e fraquezas individuais de cada alvo, tornando os ataques mais eficazes e difíceis de detectar.

 

Quais são os benefícios e vantagens para engajamento e capacitação das equipes?

A utilização de Deep Learning e IA traz uma série de benefícios e vantagens para a segurança cibernética, pois além de capacitar, deixamos o nosso time munido de ferramenta de detecção avançada de ameaças. Neste contexto, os sistemas baseados em IA são capazes de identificar ameaças avançadas e desconhecidas, que passam muitas vezes despercebidas por soluções tradicionais de segurança. Permitimos também uma análise em tempo real de redes e sistemas contra-ataques cibernéticos em constante evolução. A IA pode automatizar tarefas rotineiras e repetitivas, liberando os profissionais de segurança para se concentrarem em atividades mais estratégicas e complexas.

 

Com o aprendizado contínuo dos algoritmos de Deep Learning, as soluções de segurança podem se adaptar e evoluir para enfrentar novos desafios e ameaças emergentes. A capacidade de identificar padrões e correlações permite reduzir significativamente o número de falsos positivos, melhorando a eficiência operacional das equipes de segurança.

 

O uso de Deep Learning e Inteligência Artificial está transformando o campo da segurança cibernética, proporcionando detecção avançada de ameaças, análise em tempo real e automatização de processos, empoderando táticas e melhorando tempo de resposta. Muitos fabricantes já estão adotando estas práticas de Deep Learning em suas soluções.

 

No entanto, é importante enfrentar os desafios relacionados à implementação, privacidade, adversidades e interpretabilidade para garantir o sucesso e a eficácia dessas soluções. Com o avanço contínuo da tecnologia e uma abordagem responsável, Deep Learning e IA têm o potencial de fortalecer significativamente as defesas cibernéticas e proteger organizações e usuários contra ameaças digitais cada vez mais sofisticadas. A IA responsável, capacita a equipe e os processos empresariais, impulsiona a inovação e melhora a tomada de decisões.

 

Por fim, com base em análises preditivas, as soluções de IA para Deep Learning podem prever padrões futuros, antecipar riscos do mercado, identificar oportunidades de melhorias e tomar decisões proativas para melhorar a postura de cibersegurança. Ressalto que é fundamental que as empresas adotem uma abordagem responsável e ética no uso da IA garantindo a proteção dos dados dos clientes, a equidade nas decisões algorítmicas e o respeito aos direitos humanos.

 

*Fabiana Tanaka é CISO – Diretora de Cibersegurança e Privacidade de Dados da Leroy Merlin Brasil e Chairman Global do Grupo ADEO para o Framework NIST

Conteúdos Relacionados

Security Report | Colunas & Blogs

O CISO Polímata

É perceptível para todos os profissionais de Cyber que o papel do CISO atual precisa ir muito além do mero...
Security Report | Colunas & Blogs

Inteligência Artificial: Navegando o Futuro dos Negócios e da Ética

Em novo conteúdo a respeito da pesquisa "2024 Tech trends Report" do Future Today Institute, o Diretor do Departamento de...
Security Report | Colunas & Blogs

Passado, Presente e Futuro da Segurança Cibernética

Desde os primeiros passos da era digital, com o desenvolvimento da internet, a Segurança Cibernética tem andado de mãos dadas...
Security Report | Colunas & Blogs

O Amanhecer do Superciclo Tecnológico: Remodelando Indústrias e Sociedades

No primeiro de uma série de 10 artigos analisando a 17ª edição do "2024 Tech trends Report", do Future Today...