Drogaria Onofre implementa criptografia de dados

Em parceria com a Fortinet, o objetivo é padronizar toda a companhia em um modelo inteligente de expansão dos negócios sem perder o foco na Segurança das Informação por camadas variadas

Compartilhar:

A Drogaria Onofre, que atua no mercado brasileiro há mais de 80 anos e desde 2013 vive uma transformação interna com sua aquisição pela CVS, fechou parceria com a Fortinet para implementar uma série de soluções de Segurança da Informação. A varejista investiu em criptografia de dados, VPN IPSEC, firewalls, webfilter e IDS/IPS.

 

Segundo Fábio Benevento, gerente de Tecnologia da Drogaria Onofre, o objetivo é padronizar toda a companhia em um modelo inteligente de expansão dos negócios sem perder o foco na Segurança das Informação em várias camadas. “Avançar na maturidade dos processos de rede é uma prioridade para o crescimento orgânico da empresa e essa iniciativa vai nos preparar para a era digital”, conta o executivo durante a apresentação do case de sucesso no Congresso TI & Varejo, que aconteceu em meados de agosto, em São Paulo.

 

A partir dos anos 2000, com o lançamento do canal e-commerce, a companhia desenhou uma trajetória de mudanças significativas na gestão e na marca. Mas foi com a chegada da CVS que a Onofre deixou de ser uma empresa familiar para ser uma multinacional. E essa transformação exigiu aprimoramento de todos os processos, inclusive no parque tecnológico.

 

“Essa migração do modelo familiar para a gestão de uma empresa multinacional é desafiadora e não podemos correr o risco de estourar orçamentos. Como já contamos com parceiros de TI tanto no backoffice quanto na frente de caixa, precisávamos melhorar toda a parte de rede, proporcionando segurança nos processos”, acrescenta o gerente.

 

Segundo o gerente, lojas físicas, comércio eletrônico e aplicativos de vendas exigem muita segurança embarcada, a Onofre precisava de uma rápida implementação até porque hoje vive um compliance de padrão internacional. A chegada da CVS proporcionou à Drogaria Onofre melhores regras de relacionamento com órgãos e agentes públicos, além de conformidade regulatória, que visa o cumprimento de todas as exigências sanitárias e conselho de farmácia.

 

Esse projeto trouxe diversos benefícios à Drogaria Onofre, como segurança na transmissão de dados entre todas as filiais, padronização da empresa com gestão de acesso e regras bem definidas para os usuários, além da confiabilidade nos processos. “Como a implementação é em camadas e os resultados ainda estão em desenvolvimento, o objetivo do projeto é gerar volumetria de informações de antes e depois desta implementação e estamos neste caminho hoje”, aponta o gerente. “Nossa principal missão é fazer com que a Onofre esteja preparada para a era digital, que consiga desenvolver novas formas de pagamento e estamos prontos para o crescimento”, conclui Fábio Benevento.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...