UTM Firewall reduz em 30% custos de rede e aumenta produtividade via VPN

Zanthus, fornecedora de automação comercial para o Varejo, adquiriu a solução da BluePex para monitoramento de link de dados e obteve corte de gastos, além de fornecer conexão segura para quem trabalha em home-office

Compartilhar:

Uma redução da conta de internet de R$ 10 mil, para pouco mais de R$ 6 mil. Esse é o primeiro grande impacto sentido pela Zanthus,  fornecedora de soluções de tecnologia e gestão para o varejo, que adotou o firewall UTM da BluePex para o monitoramento de link de dados e a gestão do tráfego de redes.

 

O impacto positivo não foi assimilado apenas nas contas da Zanthus. O gerente de TI da companhia, Paulo Freire, indica que o direcionamento do tráfego de rede aumentou a produtividade dos colaboradores que trabalham na companhia sediada em São Paulo, direcionando a infraestrutura de telecomunicações para o que realmente importa.

 

“Hoje somos capazes de direcionar uma pequena parcela da rede para a navegação supérflua em sites como o Youtube, que consome muitos dados, e assim redirecionamos uma parcela maior da rede para a VPN e a suíte de e-mail utilizada, que são essenciais para o dia a dia da empresa”, conta o executivo.

 

Para ele, as ferramentas de gestão são extremamente importantes para os ganhos de produtividade, mas a proteção oferecida pelo UTM permitiu até uma mudança de hábitos entre os funcionários e clientes da companhia. “O UTM nos permite utilizar conexões VPN (rede de comunicação criptografada) e por isso, desde que adotamos a plataforma da BluePex, podemos nos conectar diretamente com a rede dos clientes e permitir que nossos funcionários façam home-office, o que aumenta a produtividade deles, lhes confere mais conforto para trabalhar e tudo isso é mantido em um ambiente seguro, onde não corremos risco de ataques hackers com ameaças como malwares”, argumenta.

 

O gestor de TI da Zanthus indica que o equipamento UTM foi contratado inicialmente para um melhor controle dos links de dados, mas apenas nesta tarefa acabou melhorando a disponibilidade da rede utilizada nos escritórios da companhia. “Desde então também foram adotadas a VPN para disponibilizar acesso externo, um canal de comunicação que não existia antes, principalmente com nossos clientes”.

 

Um dos motivos alegados pela empresa para a escolha da BluePex foi a facilidade de implementação da solução e o treinamento da equipe. Todo o processo consumiu 30 dias e também foi sinalizada a fácil integração com outras plataformas de TI, como outro fator decisivo para a escolha.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

IA depende de pilotos qualificados para ajudar a Segurança, avisam CISOs

Em painel de debates organizado pela FIA Business School, líderes de Segurança de diferentes vertentes de negócio apontaram para os...
Security Report | Destaques

FC Barcelona e Fortinet formam parceria de Cibersegurança para novo estádio

A fornecedora de Cibersegurança se tornou a nova parceira do futuro Spotify Camp Nou por três temporadas, até 30 de...
Security Report | Destaques

Data leak no Ministério da Saúde: O que ainda falta corrigir na fiscalização de dados?

Nova ocorrência contra os dados do CadSUS é mais uma dentre tantas que afetaram não só a Saúde, mas diversos...
Security Report | Destaques

Polícia Federal investiga suspeito de roubar dados do CadSUS

As autoridades cumpriram um mandado de busca e apreensão na residência do investigado em Nanuque, Minas Gerais. Segundo informou em...