Security Leaders começa amanhã discutindo os principais desafios da SI corporativa

Evento reunirá na Fecomercio-SP, entre os dias 25 e 27 de outubro, representantes das principais instituições públicas e privadas do País para debater como elas estão se preparando para o novo cenário de ameaças cibernéticas

Compartilhar:

Em um mundo tão moderno, a segurança digital é um assunto que poderia ter ficado no passado – mas não é o que acontece. A cada dia que passa, mais empresas e pessoas ficam expostas e sofrem com ataques dos mais diversos tipos. Para discutir esse assunto, começa amanhã, na Fecomercio em São Paulo, o Congresso Security Leaders, mais importante evento de segurança cibernética da América Latina. Ele reúne os principais especialistas no assunto que vão falar sobre riscos de ataques, invasões e sequestros de dados que empresas e pessoas físicas estão sofrendo em função da vulnerabilidade de celulares e da própria internet.

 

Entre os keynote speakers de abertura estão confirmados as presenças do delegado Valdecy Urquiza (chefe da Interpol no Brasil, Daniel Mangabeira (diretor de Políticas Públicas do Uber), Jesus Garcia (CIO da Livraria Cultura), Marcelo Koji (CIO da Magazine Luiza) e Luiz Henrique Escobar (diretor executivo da Multiplus).

 

Durante os três dias de evento, o Security Leaders reunirá líderes de Segurança da Informação das principais instituições públicas e privadas do País, como Natura, BRF, Ministério Público Federal, Dataprev, OAB, McDonald´s, Citibank, Banco Votorantim, Ale Combustíveis, Terra, PwC, FIESP, Ambev, Via Varejo, Vale,e muitas outras.

 

Os painéis, que ocorrerão no auditório do Teatro Raul Cortez, debaterão algumas das perguntas que mais fazem parte do dia a dia dos executivos de Segurança hoje. Formados por profissionais experientes de diversas áreas, as discussões terão visões diversificadas e aprofundadas sobre como os CSOs devem se posicionar frente à digitalização, se Security by Design é o caminho para um modelo de proteção mais efetivo, quem é o dono da informação, se as empresas devem ou não reportar ciberataques, por que o ransomware ainda lidera o ranking de ataques, quais os avanços e retrocessos das leis digitais, por que a área de SI ainda é vista apenas como fonte de despesa e se a segurança cognitiva é a nova fronteira.

 

Neste ano, o Security Leaders aproveitou a expansão da agenda para ampliar as discussões em torno do Direito Digital. Todos os dias, os painéis abordarão questões legislativas e apontarão como o Brasil está caminhando para ter uma política de Segurança Nacional mais efetiva. Para isso, o Security Leaders conta com o apoio dos especialistas Renato Opice Blum e Rony Vainzof e com a participação de juízes, peritos, desembargadores e advogados renomados nas atividades.

 

Além dos painéis, o evento contará com outras três agendas. Uma delas ficará a cargo de especialistas, CSOs e representantes da indústria fornecedora de soluções na Arena Security, um espaço dedicado construído junto à feira tecnológica. Cases de sucesso e as soluções mais inovadoras de combate ao cibercrime também serão expostos ao público.

 

Uma programação especialmente voltada para C-Levels também ocorrerá durante os três dias de evento. O objetivo será que os executivos participantes aprofundem determinados assuntos, além de estreitar o relacionamento entre eles e trocar de experiências. Já as PMEs também ganharam espaço no evento e terão atividades voltadas especificamente para elas. As conversas serão lideradas pelo Sebrae e terão CSOs de grandes companhias instruindo e abordando a importância em se atentar à Segurança da Informação mesmo em uma empresa de pequeno e médio porte.

 

O Security Leaders deste ano está imperdível e as inscrições ainda podem ser realizadas através do site oficial do evento. Para mais informações, acesse a programação completa.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Após 5 dias da ação do FBI, LockBit está de volta com novas estratégias de ciberataque

No sábado (24), o administrador do grupo anunciou retomada dos negócios ilícitos, reconhecendo que os sites foram bloqueados pelas polícias...
Security Report | Destaques

A queda do LockBit na visão dos CISOs

Ricardo Castro, da Clash, e Paulo Condutta, do Ouribank, acreditam que, apesar de ser importante o fato de autoridades internacionais...
Security Report | Destaques

CPFL Energia amplia estratégias de defesa cibernética em redes OT

Com apoio tecnológico da CISCO, a distribuidora de energia superou obstáculos e garantiu a implementação de 700 Subestações e Usinas...
Security Report | Destaques

Startup inglesa de SI escolhe o Brasil para expansão internacional

Os planos da Sitehop incluem um novo escritório em São Paulo, parcerias com canais de distribuição em todo o país,...