Netskope recebe aporte de US$ 340 milhões

Investimento foi liderado pelo fundo Sequoia Capital e está pautando no avanço da demanda por cloud security

Compartilhar:

A Netskope acaba de receber uma captação de um investimento de US$ 340 milhões, liderada pelo fundo de investimentos Sequoia Capital Global Equities (SCGE). Com esse investimento, a companhia passa a ser avaliada em quase US$ 3 bilhões.

 

Nesta rodada também participaram dois novos investidores – Canada Pension Plan Investment Investment Board e PSP Investments – além de todos os investidores prévios:  Lightspeed Venture Partners, Accel, Base Partners, ICONIQ Capital, Sapphire Ventures, Geodesic Capital e Social Capital, que já apoiavam a companhia.

 

Esse aporte adicional, envolvendo os principais investidores corporativos do mundo ilustra a demanda global pela plataforma Netskope Security Cloud. Com um crescimento anual de 80% na base de clientes corporativos, a companhia evolui em escala nas áreas em expansão da cibersegurança – SASE (Secure Access Server Edge) e segurança na nuvem.

 

Esse crescimento acelerado reflete a rápida adoção da arquitetura de segurança da Netskope para a nuvem, por empresas que buscam atingir metas de transformação digital e atualizar as soluções de segurança legadas e on-premise.

 

A plataforma de cloud da empresa fornece visibilidade e proteção de dados em tempo real, além de proteção contra ameaças ao acessar serviços na nuvem, em sites na Internet e apps privados de qualquer lugar, a partir de qualquer dispositivo. A plataforma combina na rede NewEdge os recursos de gateway seguro da web (SWG) de próxima geração, acesso baseado no modelo Zero Trust, machine learning avançado para detectar cópia, transferência ou recuperação não autorizada de dados.

 

Em 2019, a Netskope aumentou o quadro de funcionários em quase 50%, e ampliou a área de atuação na Austrália, Cingapura, Chile, Colômbia, Brasil, México, Itália, Espanha e Alemanha, com novos escritórios em Paris, São Paulo, Seattle, Nova York, St. Louis, São Francisco, Tóquio e uma nova sede em Santa Clara.

 

“Desde o início, sempre focamos na arquitetura de uma plataforma de nuvem que, com o tempo, irá proteger e gerenciar todo o tráfego de uma empresa, à medida que o perímetro evoluir para um alto desempenho global de cloud edge”, destaca Sanjay Beri, CEO da Netskope.

 

“Ainda assim, é importante lembrar que esse nível de alta demanda global é apenas a ponta do iceberg, as empresas precisam repensar a estratégia de segurança para garantir uma transformação digital bem-sucedida”, completa o executivo.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

ANPD volta a defender protagonismo na regulamentação da IA

Em evento organizado pela PUC-Rio, a diretora Miriam Wimmer lembrou que a Lei Geral de Proteção de Dados atribui à...
Security Report | Overview

Procuradores do MPF participam de curso sobre combate à Cibercriminalidade

Treinamento teve como objetivo proporcionar novas competências práticas na investigação de crimes cometidos pela internet...
Security Report | Overview

Dark Web: ambiente profundo é o Pré-Sal do Cibercrime de dados?

Da mesma forma que a reserva petrolífera na costa brasileira se tornou essencial à economia de combustíveis fósseis do país,...
Security Report | Overview

42% dos consumidores tiveram contato com ciberataques em mobile

A pesquisa da Appdome ressalta que tanto os próprios usuários quanto pessoas próximas a eles entraram no radar do Cibercrime....