Ministério Público do Mato Grosso aposta em tecnologia para elevar a Segurança de aplicações

O órgão público ampliou o nível de proteção dos serviços e entregou melhor estrutura aos colaboradores durante o período de home office. O case de sucesso foi apresentado na edição regional do Congresso Security Leaders, em Belo Horizonte

Compartilhar:

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) estava diante de alguns desafios: melhorar o ambiente de Segurança, especialmente para usuários remotos, além de aumentar o nível de proteção das aplicações. Para ajudar nessas demandas, o órgão contou com a parceira da Network Secure, que implementou tecnologia Fortinet. 

 

Pedro Henrique, Gerente de Conectividade de Redes e Segurança da Informação do MPMT, explica que era necessário melhorar os serviços para seus 2.000 colaboradores, já que alguns sistemas estavam apenas em redes corporativas. Segundo ele, era fundamental disponibilizar aplicações para os usuários que pudessem trabalhar no formato home office.

 

“A Network Secure nos ajudou bastante durante todo o processo, principalmente em 2020, período de pandemia em todo o mundo. Além disso, colocamos as aplicações no ar e temos um firewall que faz nossa proteção”, destaca Henrique durante case apresentado na edição regional do Congresso Security Leaders, em Belo Horizonte.

 

O executivo ressalta que no início do projeto, foi realizado um estudo de firewall de aplicação, posteriormente, a tecnologia Fortiweb da Fortinet foi implementada. Com a iniciativa, a ferramenta conseguiu entregar mais segurança nas aplicações do órgão para todo o time, inclusive o de desenvolvimento.

 

“Foi um grande desafio, ainda mais porque havia uma certa resistência interna, mas no final, todos entenderam que o objetivo envolvia um bem maior. Desde então, a experiência com a nova tecnologia tem sido muito boa e satisfatória”, acrescenta Pedro Henrique. Para ele, o sucesso de qualquer projeto necessita de planejamento e um cronograma pré-definido.

 

“Seja algo pequeno ou grande, é preciso ter esse processo bem estruturado para não sair atirando para todos os lados ou fazendo as coisas de qualquer jeito. Na implementação do Firewall, a jornada foi muito bem orquestrada e colhemos muitos benefícios”, finaliza o executivo.

 

Além disso, Henrique comenta que o projeto contou com três meses de implementação. O case completo apresentado durante o Security Leaders Belo Horizonte está disponível no canal da TVD no YouTube.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Comissão vota projeto que regulamenta uso de Inteligência Artificial no Brasil

Prevista para entrar em votação nesta quarta-feira, parlamentares, especialistas e representantes da sociedade civil defenderam a aprovação do projeto de...
Security Report | Destaques

O mundo está preparado para as transformações da IA?

Durante as apresentações do re:Inforce 2024, os executivos da AWS foram chamados a falar das mais recentes transformações relacionadas à...
Security Report | Destaques

Cultura de Segurança é passo essencial para elevar a maturidade, diz AWS

O evento re:Inforce 2024 iniciou nesta terça-feira (11) na Filadélfia, com o CISO da companhia, Chris Betz, apresentando as novas...
Security Report | Destaques

Drogaria Araujo supera desafios de Gestão de Vulnerabilidades

A companhia contou com apoio de Tenable e ShieldSec em jornada tecnológica. Uma das necessidades respondidas pela parceria era garantir...