LinkedIn diz que hacker ligado a vazamento em 2012 foi preso

Rede social publicou comunicado agradecendo o trabalho do FBI para localizar e capturar as partes que acredita serem responsáveis pela atividade criminosa

Compartilhar:

O LinkedIn disse que a prisão de um homem russo acusado de praticar ataques hackers divulgada nesta quarta-feira estava relacionada a um vazamento revelado anteriormente na empresa de redes sociais.

 

“Somos gratos pelo trabalho árduo e a dedicação do FBI em seus esforços para localizar e capturar as partes que acredita-se serem responsáveis por esta atividade criminosa”, disse o LinkedIn em comunicado.

 

A polícia tcheca prendeu um homem russo procurado por conexões com ataques hackers a alvos nos Estados Unidos, disse a polícia.

 

A prisão foi conduzida em cooperação com o FBI, dos EUA, e tribunais tchecos decidirão se ele será extraditado aos EUA, disse a polícia no fim da terça-feira (18).

 

Uma autoridade dos EUA disse à Reuters que o homem era procurado por um ataque hacker mais antigo e não pelos recentes casos de ciberataques envolvendo políticos norte-americanos.

 

* Com informações da Agência Reuters

 

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Mercado

Hotéis na mira do vazamento de dados

Pesquisa da Symantec revela que sites podem vazar suas informações de reserva, permitindo que outras pessoas vejam os dados pessoais...
Security Report | Mercado

Tendências de segurança em Sistemas de Controle Industriais

Análise categoriza e classifica os riscos mais recorrentes após observação empírica; menos um terço dos riscos críticos e de alta...
Security Report | Mercado

Minsait amplia oferta de inteligência e segurança de redes com a Allot

Aliança entre as empresas tem como foco suprir a demanda do mercado de telecom brasileiro por dados analíticos com foco...
Security Report | Mercado

Boldon James lança solução de classificação de dados

OWA Classifier estende o suporte de classificação de dados do Outlook para o Microsoft Office 365