Hamas tentou hackear celulares de soldados israelenses

Forças Armadas de Israel acusou grupo islâmico palestino de usar aplicativo da Copa do Mundo e dois aplicativos falsos de relacionamento para tentar contaminar smartphones com malware, roubar dados, acionar câmeras e microfones para espionagem

Compartilhar:

As Forças Armadas de Israel acusaram, nesta terça-feira (03), o grupo islâmico palestino Hamas de tentar hackear os celulares de soldados israelenses através de um aplicativo malicioso da Copa do Mundo e dois aplicativos falsos de relacionamento.

 

O Hamas, que controla a Faixa de Gaza e já enfrentou Israel em diversos conflitos, se recusou a comentar.

 

Os dois aplicativos para Android, que desde então foram removidos da Google Play Store, foram programados para contaminar os smartphones dos soldados com malware de roubo de dados e para ligar as câmeras e microfones dos aparelhos para espionagem, disseram duas autoridades militares israelenses.

 

As autoridades, em um briefing para jornalistas estrangeiros, se recusaram a dizer como Israel determinou a suposta responsabilidade do Hamas.

 

Um dos aplicativos, “Golden Cup” foi lançado no mês passado com o início da Copa do Mundo na Rússia, disseram as autoridades israelenses.

 

“Era, na verdade, um aplicativo muito bom, dando os resultados dos jogos”, disse uma das autoridades, que pediu anonimato devido a regras de confidencialidade militares.

 

Os oficiais disseram que operadores do Hamas, usando identidades falsas, entraram em contato com os soldados em redes sociais e os encorajaram a baixar os aplicativos em seus celulares particulares.

 

Menos de 100 soldados fizeram o download e se autoidentificaram ou foram rastreados por analistas de segurança militar, segundo os oficiais. “Nós não sabemos de nenhum dano que tenha sido causado”, disse um deles.

 

Os militares israelenses relataram um suposto plano semelhante do Hamas em janeiro do ano passado, dizendo que celulares de dezenas de soldados foram hackeados por militantes fingindo ser mulheres atraentes.

 

* Com informações da Agência Reuters

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Itaú Unibanco lança campanha nacional de Marketing sobre Segurança e fraudes

Filmes serão exibidos na programação da TV Globo; campanha faz parte da estratégia para posicionamento do Itaú como banco referência...
Security Report | Overview

Brasil é uma das principais origens de ataques de DoS, aponta levantamento

Relatório da ISH Tecnologia também apresenta tentativas de logins mais usadas por criminosos, entre outros dados
Security Report | Overview

27% dos ataques cibernéticos na América Latina miram infraestrutura crítica

Pesquisa da Kaspersky também revela problemas no setor de transporte e manufatura
Security Report | Overview

Paris 2024: pesquisa revela que os Jogos estão em alto risco de ciberataques

De acordo com a Unit 42, os ciberataques são as principais ameaças ao evento esportivo mais importante do ano, com...