Ecossistema seguro e sem fronteiras

Dificuldades para proteger negócios digitais e reter profissionais de SI farão com que 76% das empresas de médio e grande porte busquem serviços especializados de Segurança. Esse cenário abre oportunidades de atuação, como é o caso da AuditSafe, que expandiu operação abrindo novo escritório na cidade de Lisboa, em Portugal

Compartilhar:

Os ataques cibernéticos sempre foram críticos para empresas em todo mundo. Mas o cenário atual de grandes transformações digitais desponta como um momento de mudança nas estratégias de defesa. Pesquisas apontam que o ano de 2022 será marcado pelos incidentes, especialmente na modalidade de ransomware, na qual os cibercriminosos têm aperfeiçoado suas técnicas para enganar as vítimas e se infiltrar nas redes corporativas.

 

As complexidades de proteger os negócios digitais e as dificuldades para atração e retenção de profissionais de Segurança da Informação farão com que 76% das empresas de médio e grande porte busquem serviços especializados de SI, segundo a edição desse ano do relatório de previsões da IDC. O levantamento aponta também que, no Brasil, quase 57% das empresas afirmam que contarão com ajuda externa com foco em gerenciar e operar ambientes com soluções de Segurança modernas e de próxima geração.

 

Na visão do fundador e CEO da AuditSafe, Fernando Ferreira, essa tendência de contar com serviços e soluções integradas de Segurança para proteger ambientes corporativos e mitigar riscos cibernéticos virou uma demanda global, uma estratégia crescente nos planos de proteção. Atenta a esse cenário, a AuditSafe ampliou o campo de atuação no mercado europeu, abrindo oficialmente um escritório na cidade de Lisboa, em Portugal.

 

Segundo Ferreira, a companhia cresceu muito nos últimos anos, mesmo durante a pandemia, e agora vai expandir o atendimento em todo território europeu, iniciando os trabalhos em Portugal com ofertas focadas principalmente nas certificações PCI DSS, ISO 27001 e ISO 27701. “Nosso objetivo é apoiar os gestores de Segurança nas estratégias de proteção do negócio, traçando uma trajetória de implementação de cultura de mitigação de riscos. A ideia, inicialmente, é contar com o time brasileiro para atender as empresas portuguesas com nosso diferencial competitivo pautado em qualidade e atendimento próximo ao cliente”, pontua o Country Manager da AuditSafe em Lisboa, Roberto Guedes.

 

Gestão de terceiros

 

De acordo com o executivo, Portugal é um mercado interessante, muito atento às questões de regulamentação com regras rígidas de Segurança e proteção de dados pessoais. Isso abre oportunidades para parceiros atuarem de forma consistente, pautada em reforçar os aspectos de cibersegurança, elevando o nível de maturidade dos clientes.

 

“Todo ecossistema precisa ser seguro. A gestão de terceiros é um ponto crítico para as empresas e contar com parceiros que têm equipes especializadas em conformidades regulatórias, gestão de continuidade de negócio, riscos cibernéticos, governança corporativa e gerenciamento de vulnerabilidades faz muita diferença”, acrescenta Ferreira.

 

Com essa atuação ampliada na região da Europa, a AuditSafe poderá também aprimorar a integração de seus clientes localizados no Brasil com escritórios em Portugal, e vice-versa, inclusive, com a adoção de estratégia de Segurança unificada a fim de reduzir investimentos. Além das ofertas integradas de Segurança e certificações, a companhia também irá ofertar o serviço Virtual CISO, com profissionais especializados para atuar em áreas técnicas e gestão estratégica.

 

“A experiência dos profissionais da AuditSafe irá fortalecer os processos das empresas portuguesas e na região europeia, pois terão acesso a todo o know how nos diversos segmentos em que que atuamos. Atender o mercado português será uma forma de estar ainda mais conectado com nosso passado e a olhar para um futuro mais seguro para todos”, completa Guedes.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...