Diálogo entre gestão de SI e board diretivo é caminho para equilibrar demandas de proteção, defende CEO e keynote do Security Leaders Nacional

A fala é de Ana Karina Bortoni, ex-CEO do Banco BGM e Presidente do Conselho do 2W Ecobank e da Biolab Farmacêutica. Em entrevista à Security Report, a executiva destacou a importância do diálogo entre a gestão da Segurança da Informação e o board diretivo com objetivo de equilibrar as demandas de proteção, mas sem engessar o negócio. Ana Karina Bortoni, participará do Talk Show de abertura do segundo dia do Congresso Security Leaders Nacional, no dia 27 de outubro às 9h

Compartilhar:


Diante do avanço da digitalização e das inovações tecnológicas cada vez mais presentes nos ambientes de negócio, não cabe mais ao CISO focar apenas nas demandas da Segurança da Informação, é preciso ir além, com uma visão de risco e equilíbrio entre usabilidade e proteção, com o menor impacto na experiência de usuário. Essa é a visão exposta por Ana Karina Bortoni, ex-CEO do Banco BGM e Presidente do Conselho do 2W Ecobank e da Biolab Farmacêutica, em entrevista à Security Report.



“Na minha visão, é importante que a área de Cyber Security também se conecte com a usabilidade dos recursos disponíveis, tanto para clientes quanto para colaboradores. É necessário descobrir maneiras de equilibrar esses dois tópicos, pois mantê-los isolados gerará problemas para toda a organização. Esse não é um desafio simples, é claro, mas se a primeira preocupação número do CISO é Segurança, a segunda precisa ser UX”, afirmou Ana Karina, que será tem presença confirmada como Keynote Speaker no Congresso Security Leaders Nacional, que será realizado nos dias 26 e 27 de outubro, em São Paulo.



De acordo com a executiva, construir esse relacionamento do CISO com o negócio é essencial para o fortalecimento da Segurança interna, e essa tendência está em destaque em diversos fóruns de discussão. O World Economic Forum (WEF), por exemplo, passou a considerar a Cybersecurity como um dos Top 10 de maiores riscos para as empresas.



As diretrizes do WEF apontam para a necessidade de aproximação do líder de SI por meio de interfaces sólidas com os times de comunicação interna e externa, de modo a atingir toda a corporação, além dos Conselhos Administrativos e do próprio CEO. Ana Karina, que tem uma vasta experiência como Conselheira e 25 anos de carreira no mercado corporativo, comenta que essa proximidade entre CISO e outros departamentos da empresa pode ser feita com uma comunicação mais integrada e linguagem menos técnica. Assim, o assunto tende a permear todos os andares da organização.



“A pauta de Segurança da Informação precisa ser recorrente nas discussões do board executive, pois precisamos nos manter cientes do que está ocorrendo com os ambientes digitais. Nós contamos com os CISOs para colocarem isso na ordem do dia, através de uma comunicação mais aberta entre os dois lados: eles usando um discurso mais alinhados às demandas da companhia, e nós também temos nossa lição de casa de entender mais sobre risco cibernético e o universo da Segurança da Informação. É uma via de mão dupla”, completa Ana.



A executiva atua em conselhos de administração e Senior Advisor. No Banco BMG, trabalhou por 4 anos, inicialmente como Presidente do Conselho e, em seguida, como CEO. Temas como inovação, modernização, diversidade e inclusão social são permanentes e essenciais na agenda da executiva, que também atuou na McKinsey & Company por 17 anos, sendo nove como sócia.



Ana Karina participará do Talk Show de abertura do segundo dia do Congresso Security Leaders, que ocorrerá no Centro de Convenções do WTC, nos dias 26 e 27 de outubro. Durante o Talk Show, que também conta com a participação do Diretor de estratégias de Cyber Security da Natura &Co, Ticiano Benetti, essa visão integrada entre os times estará e pauta no debate com objetivo de entender como CEO, CISO e CIO podem unir forças a fim de estabelecer uma visão estratégica da Segurança.



As inscrições presenciais para o Congresso Nacional do Security Leaders estão abertas e disponíveis por meio desse link.


Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...