Convergência entre segurança física e lógica é tendência para futuro interconectado

Avanço das tecnologias de captura de imagens e integração com sistemas de reconhecimento biométrico, inteligência artificial e analítica, demandam soluções de armazenamento que garantam disponibilidade, integridade e confidencialidade, para proteger infraestrutura física e ambiente de TI de ataques criminosos, mesmo sob condições extremas

Compartilhar:

Em 2017, o cibercrime gerou um prejuízo para a economia global de US$ 600 bilhões, segundo pesquisa do Center for Strategic and International Studies (CSIS). Cada vez mais as organizações precisam readaptar suas estratégias para um modelo híbrido, convergente e integrado. Seja uma loja de Varejo, que analisa o comportamento dos clientes através de câmeras de segurança, uma central de segurança patrimonial que busca acompanhar o acesso às dependências de um edifício, uma residência ou um carro com câmera de painel, torna-se essencial a precisão na captura de imagens.

 

O avanço das tecnologias de gravação e monitoramento para segurança física, após o surgimento do vídeo em 4K, aplicações analíticas e inteligência artificial, impulsionaram a demanda por soluções de armazenamento rápidas, confiáveis e resistentes. Uma solução desenvolvida especificamente para câmeras de vigilância é o WD Purple™ microSD, um cartão inédito que utiliza memória flash (assim como SSDs e pen drives) e é apto a operar continuamente, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ajustado especificamente para câmeras de vigilância, os cartões WD Purple microSD permitem a captura contínua, mesmo que a rede caia.

 

Integridade e confiabilidade

 

Um dos pontos críticos na segurança física é o armazenamento das imagens e sua disponibilidade para acesso recorrente. Nas ocasiões onde criminosos acessam o perímetro da empresa ou residência, em muitos casos, acabam levando consigo os aparelhos Digital Video Recorder e Network Video Recorder (DVR/NVR), contendo o disco rígido e as gravações dos dispositivos de vigilância, buscando impedir seu reconhecimento pelas autoridades.

 

A possibilidade de habilitar a própria câmera de vigilância para gravar as imagens, sem necessidade de estar conectada ao DVR/NVR, é uma das características da solução WD Purple microSD. Os cartões WD Purple têm duração cinco vezes maior que os tradicionais, permitindo até mil ciclos P/E (Program/Erase), o que indica a quantidade de vezes que pode ser gravado, apagado e escrito, garantindo a integridade das informações capturadas.

 

Além disso, a quantidade de ciclos P/E pode ser acompanhada através de um monitor de status exclusivo, desenvolvido para funcionar com câmeras habilitadas, e também acessado por um PC. Assim, os usuários podem verificar, através de uma barra de porcentagem, a vida útil do cartão, facilitando a manutenção preventiva.

 

Armazenamento resiliente

 

As soluções direcionadas para o mercado de vigilância e monitoração precisam ter características diferenciadas. Resistência a calor, umidade, trepidação, são apenas alguns pontos. A Western Digital possui centros de pesquisa e desenvolvimento focados na criação de soluções para esse setor. O WD Purple microSD, por exemplo, foi projetado para funcionar sob condições extremas, como temperatura de -25°C até 85°C.

 

“Seja para capturar vídeo 4K, em câmeras habilitadas com AI ou como parte de um sistema de dados maior, que suporta aplicativos de vigilância inteligente, a solução que desenvolvemos permite a captura de vídeo de forma confiável e em condições extremas”, afirma Alexandre Jannoni, gerente geral da Western Digital Brasil.

 

O novo cartão WD Purple microSD, lançado no Brasil no fim de maio, complementa o portfólio de dispositivos de armazenamento projetados especificamente para as necessidades atuais de vigilância e monitoração, trazendo capacidade de avanço em sua utilização através da combinação com as novas tecnologias de inteligência artificial, reconhecimento biométrico e recursos analíticos.

 

“Com esse lançamento esperamos suprir a necessidade de armazenamento e segurança exigidos pelo mercado, preparados para o futuro dos carros e casas conectados e dos dispositivos IoT integrados com as novas tecnologias”, completa Fabrício Pinheiro, gerente Sênior de Vendas da Western Digital.

 

As opções de 32GB e 64GB estarão disponíveis no Brasil a partir de junho e a empresa pretende trazer ainda os cartões de 128 GB e 256 GB. Os produtos serão distribuídos pela Intelbras e seus revendedores autorizados.

 

Mais informações e detalhes técnicos podem ser verificados na página do cartão WD Purple microSD.

 

 

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

ATUALIZADO: Linha do tempo destaca ataques mais recentes

Painel de incidentes foi atualizado com os casos envolvendo a Polícia Federal, a Toyota Brasil, o Sistema de Administração Financeira...
Security Report | Destaques

Novos highlights da RSA: Da Soberania à solidariedade Digital

Fernando Galdino, diretor de Portfólio & Estratégia da SEK, fala à Security Report sobre os pontos mais importantes debatidos na...
Security Report | Destaques

CISOs buscam ocupar novos espaços na empresa

Já é demanda antiga do setor de Cyber alcançar um grau de relevância maior nas organizações, mas agora, com o...
Security Report | Destaques

Polícia abre investigação contra esquema de golpes cibernéticos

A operação se deu essa semana na cidade de Imperatriz, no Maranhão, segundo informou nota divulgada pela corporação. As primeiras...