Caminhada (Não tão) solitária rumo à Segurança Digital

Apesar de toda a importância devidamente oferecida aos processos e tecnologias da Segurança Cibernética corporativa, um dos grandes desafios é manter o assunto visível para toda a corporação, combatendo a indiferença coletiva sobre a integridade empresarial. Na visão do CISO e Security Advisor, Rodrigo Jorge, é hora de mobilizar empresa, colaboradores e até Inteligência Artificial em favor da Segurança Compartilhada

Compartilhar:

Por Rodrigo Jorge*

Ao tratar do front da Cibersegurança, estamos, na verdade, revelando a jornada desafiadora de proteger dados e fomentar uma cultura de segurança como trabalho de equipe. No cenário atual, onde vilões digitais nos ameaçam constantemente, descobrimos que o verdadeiro escudo contra ataques não é tecnologia avançada, mas a responsabilidade compartilhada dentro das empresas.

 

Enfrentamos um abismo entre a percepção individual da importância da segurança e a realidade da indiferença coletiva, aumentando o desafio para nós, os profissionais da área. Um dos nossos maiores obstáculos é tornar visíveis os riscos corporativos invisíveis e convencer as lideranças da necessidade de priorizar projetos de segurança.

 

A busca por recursos e atenção para a segurança muitas vezes parece uma missão impossível, destacando a falsa noção de que a segurança é uma responsabilidade isolada. No entanto, a chave para o sucesso reside em envolver todos, do CEO ao estagiário, na cultura de segurança, demonstrando que não é opcional, mas sim fundamental.

 

Promover uma cultura de segurança compartilhada é essencial, não apenas para a eficiência operacional, mas como estratégia de proteção dos ativos mais valiosos. Integrar a segurança ao cerne da cultura empresarial fortalece não só nossas defesas, mas também nosso ambiente de trabalho.

 

Lembre-se, como aponta Perry Carpenter, o crucial não é apenas o conhecimento, mas nossas ações. E o que é a cultura? É como as pessoas agem. Juntos, podemos transformar a segurança da informação em uma responsabilidade coletiva. Vamos embarcar nessa transformação cultural rumo a uma fortaleza digital mais segura para todos.

 

Vale dizer: contei com um toque de inteligência artificial para este texto, reiterando que a segurança é, de fato, um esforço coletivo.

 

*Rodrigo Jorge é CISO e Cyber Security Advisor – CISM e SACP

Conteúdos Relacionados

Security Report | Colunas & Blogs

Inteligência Artificial: Navegando o Futuro dos Negócios e da Ética

Em novo conteúdo a respeito da pesquisa "2024 Tech trends Report" do Future Today Institute, o Diretor do Departamento de...
Security Report | Colunas & Blogs

Passado, Presente e Futuro da Segurança Cibernética

Desde os primeiros passos da era digital, com o desenvolvimento da internet, a Segurança Cibernética tem andado de mãos dadas...
Security Report | Colunas & Blogs

Capacitação em Deep Learning e Inteligência Artificial para a Segurança Cibernética

Diante da chegada de novas tecnologias emergentes no mercado, é crucial que as lideranças de Segurança da Informação comecem desde...
Security Report | Colunas & Blogs

O Amanhecer do Superciclo Tecnológico: Remodelando Indústrias e Sociedades

No primeiro de uma série de 10 artigos analisando a 17ª edição do "2024 Tech trends Report", do Future Today...