[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

Brasil é o 2°país com o maior número de ameaças de e-mail

Em relatório, o País também em quinto lugar entre os países com o maior número de malwares PoS detectados no mês de agosto

Compartilhar:

O relatório da Trend Micro “Smart Protection Network”, referente ao mês de setembro, aponta que o Brasil é o segundo colocado no Top 5 dos países com o maior número de ameaças de e-mail bloqueadas pela companhia. Nos relatórios de agosto o Brasil estava na terceira colocação e nos dois meses prévios o Brasil não aparecia na lista, enquanto, no mês de setembro, foram mais de 270 milhões de e-mails bloqueados.

 

O Serviço de Reputação de E-mail (ERS, na sigla em inglês), que filtra e-mails e protege as empresas contra spam, vírus e conteúdo inapropriado antes de atingirem sua rede, bloqueou no período da pesquisa cerca de 4 bilhões de ameaças.

 

Segundo Tales Casagrande, Especialista de Segurança da Informação da Trend Micro, não é de se surpreender que os hackers tentem tirar vantagem dos e-mails para fins maliciosos, já que o e-mail é uma das maneiras mais utilizadas para enviar e receber arquivos na internet. “É de extrema importância que as organizações se protejam da melhor forma, pois o vazamento das informações para cibercriminosos pode causar danos prejudiciais, tanto a níveis internos, quanto a de informações de seus clientes”.

 

Aumento dos malwares detectados

 

Quando o assunto são malwares, o Brasil também aparece no Top 5 dos países com o maior número de malwares detectados pela Trend Micro, com 2,6 milhões de softwares maliciosos detectados em agosto. “A maneira de evitar os malwares e os estragos que podem causar é corrigindo e blindando as vulnerabilidades do sistema e se equipando de softwares que criem dificuldades para a invasão de cibercriminosos”, explica Tales.

 

Além disso, o Brasil aparece também no quinto lugar entre os cinco países com o maior número de malwares PoS detectados no mês de agosto. Esse malware tenta roubar informações relacionadas a transações financeiras, incluindo informações de cartão de crédito, afetando dispositivos point-of-sale (PoS), que são máquinas que permitem que localizações de varejo aceitem pagamentos com cartão. De acordo com Tales, por causa de sua efetividade, os malwares PoS devem ser cada vez mais difundidos, inclusive criando ramificações para variadas outras famílias de malwares.

 

“O malware financeiro é uma das maiores ameaças virtuais no mundo corporativo, então o aumento de sua incidência é preocupante, entretanto compreensível, uma vez que as ameaças crescem conforme o mercado de tecnologia ganha espaço”, finaliza Casagrande.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

ANPD é formalizada como coordenadora do Sistema Nacional de Inteligência Artificial

Como órgão de coordenação do SIA, a ANPD receberá novas atribuições. Caberá à Autarquia representar o Brasil perante organismos internacionais,...
Security Report | Overview

Nova ameaça do AllaSenha no Brasil faz setor financeiro entrar em alerta

Novo método de ataque, baseado em infecção de scripts Python e uso de plataforma Azure como Comando e Controle tem...
Security Report | Overview

95% das empresas têm problemas de segurança nas APIs, apura novo relatório

Relatório Salt Security State of API destaca ecossistemas de API em rápido crescimento, o aumento da atividade de ataques e...
Security Report | Overview

Laboratório de threat intel detecta roubo de credenciais em quase 800 empresas globais

O grupo Sophos X-Ops, focado em pesquisas no cenário cibercriminoso internacional, detectou uma nova campanha de comprometimento de credenciais válidas...