Aeroporto de Paris investe em segurança no controle de imigração

Obrigado a lidar com o rápido aumento de viajantes e, com as novas restrições de segurança e orçamento, aeroporto busca facilitar fluxo de passageiros e prover experiência segura e rápida com tecnologia da Gemalto

Compartilhar:

A Gemalto foi escolhida pela Paris Aéroport para fornecer, instalar e manter seus portões Coesys Automated Border Control, como parte do programa francês PARAFE (sigla em francês para Passagem Rápida Automatizada nas Fronteiras Externas). A solução baseia-se no reconhecimento de impressão digital e visa aumentar a capacidade e melhorar a experiência do viajante.

 

A Gemalto e seu parceiro de confiança Automatic Systems foram selecionados pela Paris Aéroport para fornecer 87 portões eletrônicos nos aeroportos Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly. Até o primeiro trimestre de 2017, com apenas seus passaportes e impressões digitais, os passageiros poderão começar a passar pelos novos e rápidos portões eletrônicos da Gemalto e economizar tempo no embarque e na chegada aos principais aeroportos de Paris. Com 95,2 milhões de passageiros que utilizam esses portões anualmente, garantir a melhor segurança possível ao mesmo tempo em que aprimora a fluidez dos passageiros é a meta.

 

O processo é rápido, intuitivo e altamente seguro: no portão eletrônico, os passageiros apresentam seu passaporte eletrônico e, em seguida, sua digital. A impressão digital é comparada com os dados biométricos armazenados no documento. Enquanto a identidade do viajante é verificada no portão eletrônico, Agentes de Controle de Imigração podem continuar monitorando as informações em tempo real para permitir a travessia de fronteira.

 

Frédéric Trojani, Vice-Presidente Executivo dos Programas Governamentais da Gemalto explica que o projeto é vantajoso tanto para os passageiros quanto para os agentes de controle de imigração: “Sob o ponto de vista de um passageiro, nossa solução oferece a experiência de uma passagem ininterrupta pelos portões, já que ela leva apenas poucos segundos. Possibilitando um ótimo uso das tecnologias biométricas, ela também melhora a segurança no controle de imigração ao mesmo tempo em que permite o aumento na detecção dos casos de fraude”.

 

A solução foi concebida para evoluir com o passar do tempo desde o reconhecimento das impressões digitais ao reconhecimento facial. O principal contratante da Gemalto formou parceria com duas subsidiárias do Bolloré Group, a Automatic Systems e a IER, para implementar o projeto.

 

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Mercado

Hotéis na mira do vazamento de dados

Pesquisa da Symantec revela que sites podem vazar suas informações de reserva, permitindo que outras pessoas vejam os dados pessoais...
Security Report | Mercado

Tendências de segurança em Sistemas de Controle Industriais

Análise categoriza e classifica os riscos mais recorrentes após observação empírica; menos um terço dos riscos críticos e de alta...
Security Report | Mercado

Minsait amplia oferta de inteligência e segurança de redes com a Allot

Aliança entre as empresas tem como foco suprir a demanda do mercado de telecom brasileiro por dados analíticos com foco...
Security Report | Mercado

Boldon James lança solução de classificação de dados

OWA Classifier estende o suporte de classificação de dados do Outlook para o Microsoft Office 365