7 principais tendências que estão moldando o cenário global de fraude e identidade

Confira algumas tendências na área de fraude e identidade a serem observadas, pois elas têm maior probabilidade de impactar os negócios

Compartilhar:

Os desafios de fazer negócios com consumidores altamente digitalizados sendo ativamente visados por redes de fraude industrializadas estão em constante evolução, pois as rotas para um fraudador interagir com uma empresa são infinitas. Essas redes de fraude altamente profissionalizadas estão mantendo um relacionamento perfeito e ritmo lucrativo monetizando uma série de esquemas de fraude de identidade.  

 

Abaixo estão as previsões da LexisNexis Risk Solutions para as 7 principais tendências na área de fraude e identidade a serem observadas, pois elas têm maior probabilidade de impactar os negócios.  

 

1) A expansão das economias digitais está criando oportunidades exponenciais para fraude

 

Dados da LexisNexis Digital Identity Network revelam um aumento no volume global de transações digitais, com alta de 37% no primeiro semestre de 2022 comparado ao mesmo período de 2021. Foram registradas no período 39,4 bilhões de transações.  O aumento nas transações digitais é acompanhado por um crescimento quase igual nos ataques de fraude. A taxa de ataques iniciada por humanos cresceu 32% no primeiro semestre de 2022 ante o mesmo semestre de 2021; a taxa de ataques iniciada por bots registrou alta de 38% no mesmo período.

 

À medida que as interações digitais se tornam a norma e a conectividade global aumenta, as empresas precisam estar preparadas para tentativas de fraude cada vez mais complexas.

 

2) Mercado globais complexos e vetores de ameaça interconectados exigem uma resposta coletiva

 

Os fraudadores trabalham em redes complexas, cada pedaço de dados usado está vinculado ao próximo pedaço de dados valioso em escala global em massa.  Portanto, as empresas e indústrias precisam de maior colaboração globalmente para combater a rede de fraude, mas também para entender quem são os consumidores confiáveis. Ganhar visibilidade de consumidores confiáveis permite que as empresas abram novos canais de receita e vendam mais para uma base de consumidores leais.

 

3) Esquemas de engenharia social de massa complexos e direcionados espalhados em múltiplas geografias e indústrias

 

Os ataques de engenharia social estão entre as ameaças de segurança cibernética que mais crescem nos mercados desenvolvidos e emergentes e continuam a desafiar as empresas como um dos tipos de fraude mais complexos de detectar.

 

Existem várias razões pelas quais os criminosos têm como alvo os consumidores finais para cometer crimes:

 

• Rápida digitalização global e disponibilidade de dados;

• Aumento da automação e interações remotas;

• Crescimento do open banking, transferência mais rápida e pagamentos instantâneos;

• Melhores controles de fraude estão expondo o ponto mais vulnerável da cadeia: o consumidor.

 

4) O paradigma da migração para transações móveis e pagamentos digitais está desafiando o reconhecimento de confiança e a gestão de riscos

 

O volume de transações móveis na Digital Identity Network atingiu 76% de todas as transações no primeiro semestre de 2022 ante o mesmo semestre do ano anterior. Métodos alternativos de pagamento, incluindo carteiras eletrônicas (e-wallets) e criptomoedas, representam 24% do volume de transações globalmente, uma distribuição semelhante aos métodos de pagamento tradicionais, como cartões de crédito e débito. As perdas por fraude atribuídas a esses métodos representam 29% de todo o valor perdido em fraudes.

 

5) Encontrar o risco certo para o equilíbrio de fricção é obrigatório, já que as empresas buscam proteger os consumidores sem interromper sua experiência

 

Os consumidores esperam experiências altamente personalizadas com conveniência em tempo real e medidas de segurança relevantes, que são apoiadas por regulamentações emergentes que fortalecem questões de proteção em torno de contas e pagamentos.

 

As mais recentes soluções de identidade e autenticação adotam uma visão holística de identidade e risco, combinando verificação de identidade física com evidência de identidade digital com base no dispositivo que está sendo usado, localização geográfica e comportamento do consumidor.

 

• A identidade digital e a inteligência do dispositivo podem permitir que transações de alto risco continuem sem etapas inconvenientes;

• A biometria comportamental avalia como um consumidor está interagindo com o canal remoto, abrindo caminho para usuários confiáveis e identificando com precisão transações suspeitas .

 

6) O aumento da conectividade global leva as redes de fraude a expandir a complexidade dos esquemas de fraude.

 

Identidades sintéticas e roubadas estão se tornando mais difíceis de descobrir quando as empresas carecem do contexto e insights que ligam os consumidores nas dimensões da identidade digital, física e comportamental em escala global. Diferentes dimensões de uma identidade precisam ser analisadas para detectar e expor esquemas de fraude complexos.

 

7) Identidades multidimensionais de consumidores exigem uma resposta mais dinâmica a cada passo da jornada.

 

•  1 em cada 12 novas contas criadas representam uma tentativa de fraude, segundo o relatório “Panorama Global de Identidade e Fraude”, da LexisNexis Risk Solutions;

•  1 em cada 20 redefinições de senha são ataques.

 

Abordagens estáticas em relação à fraude não são sustentáveis para operar com sucesso e segurança no mundo interconectado de hoje.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Ataques cibernéticos mirando OT aumentam em 2023

Em todo o mundo, grupos de ransomware têm intensificado ataques em redes de tecnologia operacional; especialistas alertam sobre medidas de...
Security Report | Overview

Microsoft é novamente a marca mais imitada por phishing

A big tech não está sozinha: pesquisadores da Check Point Software apontam também o Google no topo da lista de...
Security Report | Overview

Pesquisa aponta que 18% do tráfego na Web não é humano

Estudo inédito da CHEQ mostra que anunciantes perdem mais de 4% dos orçamentos de publicidade digital devido a esse cenário....
Security Report | Overview

Segurança Adaptativa é tendência tecnológica para governos em 2024, aponta Gartner

CIOs (Chief Information Officers) ligados à área governamental devem aproveitar essa e outras tendências para expandir seus recursos...