[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

ZoneAlarm lança solução para proteger usuários contra ameaças online

A solução gratuita da subsidiária da Check Point oferece ferramentas de navegação e pesquisa seguras na web, além de proteção contra tentativas de phishing e downloads maliciosos de documentos

Compartilhar:

A Check Point anunciou o lançamento da solução gratuita da sua subsidiária ZoneAlarm, o ZoneAlarm Web Secure Free que proporciona aos usuários proteção contra ataques de phishing, downloads maliciosos e sites perigosos.

 

A solução gratuita ZoneAlarm Web Secure é uma extensão avançada para o Google Chrome que fornece ferramentas essenciais de navegação para manter os usuários protegidos contra várias ameaças, enquanto pesquisam e navegam na Web. A instalação da solução faz do ZoneAlarm Safe Search o mecanismo de pesquisa padrão e, ainda, utiliza o banco de dados ThreatCloud da Check Point, que contém inteligência atualizada sobre ameaças globais, para verificar os resultados da pesquisa e classificá-los de acordo com o risco potencial.

 

O ZoneAlarm Web Secure Free também protege as credenciais dos usuários contra atacantes de phishing usando a tecnologia Zero-Phishing do ZoneAlarm, a qual verifica todos os sites antes de permitir que os usuários insiram qualquer informação pessoal, além de alertá-los sobre qualquer tentativa de roubo de dados pessoais.

 

A solução utiliza ainda a tecnologia de extração de ameaças do ZoneAlarm chamada Threat Extraction para que os usuários possam baixar com segurança documentos recebidos por e-mail ou baixados da Web. A extração de ameaças remove automaticamente qualquer código suspeito ou malicioso dos documentos em segundos, assegurando que o arquivo extraído esteja completamente seguro sem interromper a atividade do usuário.

 

“Os cibercriminosos estão sempre procurando maneiras de atingir os consumidores e, com frequência, utilizam notícias sobre tragédias ou que causam medo, como visto recentemente com o aumento do spam malicioso relacionado à doença 2019-nCoV”, diz Dror Levy, gerente da área de vendas ao consumidor da Check Point.

 

Os pesquisadores da Check Point descobriram que os domínios relacionados ao Coronavírus têm 50% mais chances de serem maliciosos do que outros domínios. Desde o início de janeiro, mais de 16.000 novos domínios relacionados ao Coronavírus foram registrados e, desde o final de fevereiro de 2020, o número médio de novos domínios é cerca de dez vezes mais que o encontrado nas semanas anteriores.  As ofertas especiais de novos domínios também estão sendo vendidas na Dark Net com “COVID19” ou “coronavírus” como códigos de desconto.

 

“A utilização de soluções como a ZoneAlarm Web Secure Free significa que os usuários estão protegidos contra essas ameaças predominantes, com as melhores tecnologias de nível empresarial para mantê-los protegidos durante a navegação”, reforça Levy.

 

Além de utilizar a solução gratuita ZoneAlarm Web Secure, os usuários também devem seguir as recomendações abaixo sobre comportamento on-line seguro para evitar ser vítima de golpes on-line:

 

1. Atenção redobrada com e-mails e arquivos recebidos de remetentes desconhecidos, especialmente se eles estiverem oferecendo promoções ou descontos especiais.

 

2. Não abrir anexos desconhecidos ou clicar em links nos e-mails.

 

3.  Verificar se a compra on-line está sendo feita de um site confiável. Uma maneira de fazer isso é NÃO clicar nos links promocionais recebidos por e-mail e, em vez disso, pesquisar no Google a loja on-line desejada e clicar no link na página de resultados do Google.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Agentes Federais se unem a gigantes da tecnologia para o primeiro exercício de segurança de IA

O objetivo da simulação foi avaliar as possíveis ameaças cibernéticas que são específicas aos sistemas de IA. Uma das principais...
Security Report | Overview

Pesquisa revela que ataques de malware se concentram em aplicativos de nuvem de telecomunicações

De acordo com levantamento, os usuários desse segmento fazem upload e download de arquivos para aplicativos em nuvem em uma...
Security Report | Overview

Cada real perdido em fraudes no Brasil custa às empresas R$ 3,59, aponta estudo

Segundo levantamento, esse golpe aumentou para 59% das organizações brasileiras no ano. Na América Latina, os canais digitais são responsáveis...
Security Report | Overview

Cibercriminosos seguem mirando senhas fracas de PMEs na América Latina

Estudo da Kaspersky mostra que mais de 37% das pequenas e médias empresas latino-americanas sofreram alguma violação de cibersegurança nos...