Security by design: decisão é Top Down

Segundo especialistas presentes no Congresso Security Leaders, a ordem para implementar Segurança no processo inicial de um projeto deve vir do CEO para que todos consigam entender a importância da SI para que a instituição cresça horizontalmente

Compartilhar:

Em um dos painéis de debates ocorridos no Congresso Security Leaders, que acontece esta semana em São Paulo, o tema “Security by design é o caminho”? abordou a importância de criar uma cultura de segurança corporativa. Comandado por Graça Sermoud, diretora editorial do Security Report, o bate-papo teve a presença de importantes especialistas de segurança de grandes empresas como Magazine Luiza, Leroy Merlin, Vivo, Intel e B. Grob do Brasil.

 

Durante o painel foi abordado como as grandes empresas devem incrementar a implementação da Segurança da Informação dentro do projeto inicial. Na opinião dos especialistas, quem deve tomar essa decisão é o CEO, pois deve fazer parte da estratégia corporativa da companhia.

 

“Eles precisam entender a importância da Segurança da Informação. Por isso nossa intenção é criar a cultura da implementação da segurança da informação dentro das companhias para que elas possam crescer horizontalmente”, ressalta Rodrigo Branco, Principal Security Researcher da Intel.

 

Já no caso das startups, o melhor caminho para utilizarem a Segurança da Informação é por meio de incubadoras, pois lá é possível ter todo o suporte necessário. Além disso, é preciso mostrar os riscos que os profissionais correm ao não utilizarem medidas preventivas corretamente e sofrerem riscos futuramente.

 

Na opinião dos especialistas, as startups são criadas de maneiras rápidas com planejamentos simples e diretos. Por isso, quando incrementam a segurança dentro do seu projeto inicial, muitas vezes correm o risco de quebrar em poucos meses.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

ATUALIZADO: Linha do tempo destaca ataques mais recentes

Painel de incidentes foi atualizado com os casos envolvendo a Netshoes, a Usina Alta Mogiana, a ValeCard, a Metalfrio, a...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético: empresas estimam os impactos da crise

CrowdStrike e Microsoft detectaram ainda no fim de semana que ao menos 8,5 milhões de devices foram atingidos pela pane...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético traz lição sobre vulnerabilidade da cadeia global

A crise desencadeada pela falha na atualização do ambiente CrowdStrike mostrou como a hiperdependência de sistemas digitais pode levar a...
Security Report | Destaques

Falha em ambiente CrowdStrike provoca apagão cibernético

Diversas organizações ao redor do mundo, incluindo Linhas Aéreas, Instituições financeiras e varejistas enfrentam uma pane geral em seus sistemas....