Salvador vai treinar 145 mil pessoas em segurança online em parceria com o Instituto Fortinet

Compartilhar:

O plano de ação também inclui a distribuição gratuita de 1.500 cópias do livro infantil sobre segurança online, uma avaliação das vulnerabilidades dos sistemas municipais e campanhas de conscientização

A Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SEMIT), e a Fortinet assinaram hoje um acordo de cooperação que prevê treinamentos sobre segurança cibernética para cerca de 10 mil funcionários públicos, 20 mil professores da rede municipal e 115 mil alunos, organizado pelo Fortinet Training Institute. Com amplo plano de ação, a companhia ainda criará um ambiente colaborativo que vai simplificar e integrar os sistemas da Prefeitura, tornando-os mais eficazes e automatizando a detecção e a mitigação de ameaças online.

O acordo foi assinado pelo prefeito Bruno Reis, o titular da Secretaria Municipal de Inovação, Samuel Araújo, e pelo country manager da Fortinet Brasil, Frederico Tostes, em solenidade realizada hoje (31/5) no Palácio Thomé de Souza.

O prefeito Bruno Reis destacou a importância da parceria com uma das maiores empresas de cibersegurança do mundo. “Com esse apoio da Fortinet, estamos passando 800 km de infovias pela cidade, garantindo acesso gratuito à internet em todos os prédios e logradouros públicos, conectando o cidadão de forma mais organizada. Essa cibersegurança é fundamental para garantir o funcionamento de áreas vitais da Prefeitura, além de proteger os dados, pois sabemos o valor da informação. Então, trazemos maior segurança para a Prefeitura também no ambiente digital”, afirmou.

Em junho, o treinamento da Fortinet de conscientização e capacitação em segurança cibernética já estará habilitado e disponível para a Prefeitura. Com o treinamento, os funcionários estarão aptos a reconhecer ataques cibernéticos e evitar que o sistema da Prefeitura seja vítima dessas ocorrências, bem como proteger a eles próprios e os seus familiares. Os treinamentos do Fortinet Training Institute são certificados e contam com ferramentas interativas, vídeos e testes de conhecimento que abordam os principais conceitos, recomendações e as melhores práticas de segurança cibernética.

Segundo Frederico Tostes, country manager da Fortinet Brasil e vice-presidente de Cloud para a América Latina e Canadá, a companhia atua para tornar possível um mundo digital em que todos possam confiar e a parceria com a Prefeitura de Salvador contribui com esse objetivo e beneficia diretamente a população soteropolitana.


“A Fortinet entende que a conscientização e a educação em segurança online são parte da sua responsabilidade social corporativa e um pilar fundamental para os governos. Como parte do nosso compromisso em aumentar esse conhecimento, disponibilizamos uma série de cursos gratuitos sobre segurança cibernética para que, não apenas profissionais de tecnologia, mas entidades governamentais e a sociedade possam ampliar as suas habilidades técnicas”, ressaltou Tostes.

Instituições governamentais são um dos principais alvos de criminosos cibernéticos que buscam afetar a segurança nacional e os serviços públicos em troca de algum ganho. Por isso, ferramentas abrangentes de segurança online são fundamentais hoje para que o poder público possa garantir a disponibilidade de serviços à população de forma de segura e a Prefeitura de Salvador está à frente com implementações inovadoras. Dentro do escopo de integração dos sistemas, a Fortinet ainda fará um mapeamento de todas as entidades municipais para fazer um diagnóstico de vulnerabilidades existentes e melhorias necessárias nas redes, bem como ações recomendadas por especialistas da companhia.

Samuel Araújo, titular da SEMIT, lembra que a Fortinet traz toda a parte de infraestrutura para a Prefeitura. “Vamos tornar Salvador uma cidade cada vez mais inteligente, com o uso racional da tecnologia, buscando melhorar as condições de vida do cidadão. O objetivo básico deste acordo tem três pilares: formação, capacitação e segurança. Então, vamos utilizar toda a estrutura da Fortinet, que fornecerá essa experiência em segurança, com treinamento para nossas equipes, de modo a colocar Salvador em um patamar de cidade digital de ponta, neste primeiro acordo celebrado por esta empresa na América Latina”, salientou.

1.500 livros infantis sobre segurança online para as escolas

A Fortinet disponibilizará o livro “Cyber Safe: Dicas de uma cachorrinha para segurança na Internet” para que a Prefeitura e a SEMIT distribuam nas escolas municipais. De maneira lúdica, o livro fala de pontos essenciais para preservar a segurança das crianças, como o compartilhamento de fotos e informações pessoais, o uso de senhas e o cyberbullying. Além de trazer dicas para pais e responsáveis, que devem estar sempre atentos às atividades das crianças quando elas estão online.

Conscientização para a população se proteger de ataques e golpes virtuais

A Prefeitura e a SEMIT, junto com a Fortinet, trabalharão em campanhas constantes de conscientização digital para que a população tenha acesso a informações sobre como identificar e se prevenir de ameaças online, como os criminosos cibernéticos trabalham e orientações para se manter seguro. As campanhas trarão temas como o que são os ataques usando “phishing”, que rouba informações pessoais, recomendações para a proteção e o uso de senhas fortes, segurança em compras online, boas práticas no uso de e-mails, entre outros.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Anatel emite ofícios às Big Techs sobre Cibersegurança em Inteligência Artificial

Os documentos têm o objetivo de iniciar uma discussão institucional com essas empresas de tecnologia sobre os riscos de cibersegurança...
Security Report | Overview

Precisamos falar sobre a tecnologia obsoleta em Cibersegurança?

O controle de legados em ambientes corporativos está cada vez mais na pauta dos Líderes de Cyber no mundo. Isso...
Security Report | Overview

Ataques iniciados por infostealers ampliam risco de violações secundárias, aponta estudo

Ocorrência recente envolvendo a Snowflake impactou milhões de clientes do banco Santander e da Ticketmaster, entre outras organizações
Security Report | Overview

30% das organizações na América Latina sofreram incidentes de segurança em 2023

Relatório mapeia principais desafios das organizações para aprimorar as práticas de gestão em cibersegurança. O crime é composto por ecossistema...