Por que os ciberataques não param?

Mesa Redonda organizada pela TVD vai reunir CISOs do Varejo, Finanças e Governo para entender aspectos do avanço do cibercrime e como as tendências de SASE e Zero Trust podem ajudar a virar o jogo

Compartilhar:

Não importa o quanto a Segurança se esforce para conter ataques cibernéticos, os cibercriminosos sempre buscam um jeito de explorar vulnerabilidades, roubar informações e cobrar alto por um resgate. Todos os profissionais de Segurança da Informação sabem muito bem que não existe 100% de proteção, mas os desafios de manter o ambiente seguro seguem complexos e tiram o sono dos CISOs.

 

Mesmo em um 2020 extremamente crítico somando pandemia, home office e demandas de regulações como LGPD, os profissionais de SI deram uma aula de resiliência em meio à crise e seguem ganhando destaques nas organizações. Por outro lado, os ciberataques não param e desafiam diariamente as estratégias de proteção e prevenção.

 

Para entender esse cenário, a TVD, em parceria com a Forcepoint, vai reunir nesta quinta-feira (12) um time de especialistas dos segmentos de Varejo, Finanças e Governo para debater – em uma mesa redonda virtual e interativa – os pontos de atenção do cibercrime e como as tendências de SASE e Zero Trust podem ajudar a virar o jogo.

 

Participam deste debate Willians Santos, CISO do Banco Original, Marcos Donner, CISO da Agibank, Longinus Timochenco, CISO da Kabum!, Fabio Correa, CIO do Tribunal de Contas/SP, Helio Takikawa, CISO do Banco Cetelem, Alexandre Barella, CSO do Banco Modal, Orlando Tereza, gerente de Infraestrutura da Leroy Merlin, Robson Santos, Cyber Security Manager na Via Varejo, e Carlos Sant’Anna, especialista em Segurança da Informação.

 

A mesa redonda, que será comandada pela jornalista e diretora editorial da Security Report, Graça Sermoud, está com as inscrições abertas e gratuitas.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

ATUALIZADO: Linha do tempo destaca ataques mais recentes

Painel de incidentes foi atualizado com os casos envolvendo a Netshoes, a Usina Alta Mogiana, a ValeCard, a Metalfrio, a...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético: empresas estimam os impactos da crise

CrowdStrike e Microsoft detectaram ainda no fim de semana que ao menos 8,5 milhões de devices foram atingidos pela pane...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético traz lição sobre vulnerabilidade da cadeia global

A crise desencadeada pela falha na atualização do ambiente CrowdStrike mostrou como a hiperdependência de sistemas digitais pode levar a...
Security Report | Destaques

Falha em ambiente CrowdStrike provoca apagão cibernético

Diversas organizações ao redor do mundo, incluindo Linhas Aéreas, Instituições financeiras e varejistas enfrentam uma pane geral em seus sistemas....