Pesquisa mostra que IA é prioridade para maioria dos profissionais em todo o mundo

Os resultados do relatório d Check Point revelaram que 91% veem a adoção da inteligência artificial como uma prioridade tendo a avaliação de vulnerabilidades e a detecção de ameaças como benefícios-chave

Compartilhar:

Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) são reconhecidos como partes importantes do futuro da cibersegurança e da segurança na nuvem. Mas, atualmente, o quão integradas estão essas tecnologias nas funções de segurança cibernética? Uma pesquisa recente da Check Point Software com a Cybersecurity Insiders perguntou a centenas de profissionais de diferentes setores como eles têm usado a IA até agora, qual a prioridade que ela tem para suas empresas e como tem impactado em suas forças de trabalho.

 

Na pesquisa, foi solicitado aos entrevistados que descrevessem o estado da IA hoje nos planos de segurança cibernética de suas organizações, incluindo o quanto plenamente implementada está e como está sendo essa implementação. As respostas pintam um quadro de um setor que está avançando lenta e cautelosamente, e talvez não tenha adotado a IA tão completamente quanto alguns poderiam esperar.

 

As organizações ainda parecem estar avaliando os benefícios e riscos associados às ferramentas de IA e ML, e estão se movendo com cuidado para estabelecer boas práticas firmes que cumpram as regulamentações relevantes.

 

Quando questionados sobre a adoção de IA e ML em segurança cibernética em suas organizações, 61% dos entrevistados descreveram as tecnologias como “em fases de planejamento” ou “desenvolvimento” – significativamente mais que os 24% que as categorizaram como “amadurecendo” ou “avançadas”. Além disso, 15% dos entrevistados disseram que suas organizações não implementaram IA e ML em seus esforços de segurança cibernética.

 

Outra pergunta da pesquisa foi mais específica: “Quais funções de segurança cibernética (nuvem) em sua organização são atualmente aprimoradas por IA e ML?” As respostas são reveladoras, com a detecção de malware liderando com 35%, seguida pela análise de comportamento do usuário e pela segurança da cadeia de suprimentos.

 

Futuro da IA na segurança cibernética

Apesar da adoção lenta e cautelosa da IA em segurança cibernética até agora, a tecnologia é quase universalmente considerada uma prioridade importante para o futuro, com 91% dos entrevistados classificando-a prioritária às suas organizações, e apenas 9% deles disseram que é uma prioridade baixa ou não é uma prioridade.

 

Os entrevistados veem claramente a promessa da IA para automatizar tarefas repetitivas e melhorar a detecção de anomalias e malware, com 48% identificando essa área como a de maior potencial. Além disso, 41% vislumbram um potencial no aprendizado por reforço para gerenciamento dinâmico da postura de segurança usando IA – especialmente interessante quando comparado aos apenas 18% que atualmente usam IA para essa função.

 

Além das aplicações específicas, os entrevistados foram questionados sobre o que consideram ser os maiores benefícios da incorporação da IA nas operações de segurança cibernética. As respostas mais populares incluíram avaliação de vulnerabilidades e detecção de ameaças, enquanto a eficiência de custos foi a resposta com menor índice, apenas 21%. Provavelmente devido ao desafio da conformidade regulatória e ao custo de implementação, a IA não é atualmente considerada uma ferramenta significativa de economia de dinheiro para a maioria dos que responderam.

 

Preocupações e conflitos sobre IA na cibersegurança

Perguntas adicionais forneceram insights sobre preocupações profissionais e uma falta de clareza sobre alguns dos fundamentos da IA e da segurança cibernética. Sobre o impacto da IA na força de trabalho de segurança cibernética, a pesquisa apontou que essa ainda é uma questão aberta sem respostas claras; 49% identificaram novas habilidades necessárias pela IA e 35% notaram redefinição de funções de trabalho.

 

E enquanto 33% disseram que o tamanho da sua força de trabalho foi reduzido como resultado da IA, 29% informaram o contrário com o aumento do tamanho da sua força de trabalho. Implementar IA em segurança cibernética é claramente um trabalho em andamento, e embora uma maior eficiência seja uma promessa que pode ser realizada no futuro, por enquanto muitas empresas estão tendo que contratar mais pessoas para integrar a nova tecnologia.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Investigação desevenda ciberataques usando botnets vendidos a US$ 100 na dark web

Nova análise da Kaspersky mostra ainda que é possível alugar ou comprar parte do código dessas redes de computadores fantasmas...
Security Report | Overview

Brasil é um dos 7 maiores alvos de ransomware, calcula relatório

Posicionamento da companhia ISH Tecnologia também destaca as principais vulnerabilidades cibernéticas localizadas em 2024 e os grupos criminosos mais atuantes...
Security Report | Overview

ChatGPT integrado pode auxiliar na governança e conformidade de dados?

Netskope ampliou o gerenciamento de riscos ao compliance do chatbot da OpenAI com controles de API visando controlar dados confidenciais
Security Report | Overview

Telecomunicações não foram afetadas por Apagão Cibernético, diz Anatel

Para o órgão de fiscalização, o evento ilustra que, à medida que os diversos setores econômicos passaram por transformação digital,...