[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

Novos highlights da RSA: Da Soberania à solidariedade Digital

Fernando Galdino, diretor de Portfólio & Estratégia da SEK, fala à Security Report sobre os pontos mais importantes debatidos na RSA Conference 2024. Para ele, a importância da cooperação internacional e intersetorial para elevar a maturidade cibernética e o papel estratégico dos CISOs frente às inovações em IA são os destaques dessa edição

Compartilhar:

A RSA Conference 2024 reuniu no início de maio, em São Francisco (EUA), 41 mil participantes globais, mais de 600 expositores de 140 países, destacando-se como um dos principais eventos de Segurança da Informação do mundo.

 

Com o slogan “A Arte do Possível”, a conferência de Cibersegurança reforçou a importância de uma abordagem colaborativa e inovadora no setor, destacando o papel crucial dos CISOs na proteção das organizações em um mundo cada vez mais digital e interconectado.

 

Fernando Galdino, diretor de Portfólio & Estratégia da SEK, destacou a importância do espírito de comunidade e cooperação global como o aspecto mais interessante da RSA. Nesse sentido, segundo ele, o amadurecimento das relações multilaterais, tanto no setor privado quanto público, foi impressionante.

 

A nova estratégia internacional para o ciberespaço, apresentada pelo Secretário de Estado dos Estados Unidos Antony Blinken, reforça a necessidade de solidariedade digital. Esse movimento de colaboração global é crucial para elevar a maturidade cibernética em todo o mundo,” afirmou Galdino em entrevista à Security Report.

 

Essa colaboração internacional procura reforçar as estratégias de defesa cibernética em todo mundo, além de ampliar a maturidade de empresas públicas e instituições governamentais. Essa nova perspectiva incentiva a colaboração entre nações, setores públicos e privados, promovendo um ecossistema resiliente e seguro.

 

Para isso, Blinken reforçou que os Estados Unidos estão agora na vanguarda desse posicionamento e apresentou a nova estratégia internacional para o ciberespaço, enfatizando a transição de uma abordagem de soberania digital para uma solidariedade digital.

 

“É uma mudança de percepção importante do governo norte-americano, que sempre valorizou a soberania digital de dados e sistemas sob jurisdição interna. A proposta é efetivar um ambiente digital mais apto na resposta às ameaças, com aliados e parceiros adequando seus próprios padrões a esse projeto internacional”, acrescenta Galdino.

 

O novo papel do CISO

Com a evolução tecnológica e o surgimento da IA, o papel do Líder de Segurança está se transformando. Galdino destacou que eles devem adotar uma abordagem mais estratégica, integrando suas atividades com os objetivos do negócio. Além de proteger, os CISOs agora devem garantir a integridade dos modelos de IA e seu uso ético e seguro.

 

Dessa forma, a importância do Security by Design ganha um novo fôlego, exigindo que as inovações tecnológicas sejam desenvolvidas com a segurança como prioridade desde o início. No caso da IA, ela já não é mais vista apenas como uma ameaça ou uma solução, mas sim como parte do cotidiano do business a ser protegida e gerida com responsabilidade.

 

Os CISOs devem focar em três pilares principais: proteger os dados, garantir a integridade dos modelos de IA e assegurar o uso ético da tecnologia. Um estudo apresentado pela IBM e Amazon revelou que, embora 84% dos executivos de alto nível reconheçam a importância da IA, apenas 24% têm uma estratégia de cibersegurança robusta para essa tecnologia.

 

Consolidação da Cibersegurança

Outro aspecto destacado por Fernando Galdino foi a quantidade de vendors na RSA, apresentando uma certa dicotomia no mercado de SI: enquanto há o movimento de consolidação de vendors para reduzir a complexidade de gerenciamento das soluções e aumentar a eficiência, a inovação contínua impulsiona o surgimento de novas startups com soluções específicas.

 

Galdino observou que essa fragmentação do mercado pode ser desafiadora, mas também representa uma oportunidade para os CISOs escolherem as melhores tecnologias que atendam às suas necessidades específicas.

 

“Cibersegurança é um esforço coletivo e requer a participação de todos os atores do ecossistema digital. A SEK, com sua proposta de valor baseada na integração de tecnologia, consultoria e serviços gerenciados, está bem-posicionada para ajudar os CISOs a navegarem nesse cenário complexo, transformando estratégias de segurança em ações concretas e efetivas”, conclui.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

ALLOS eleva maturidade em Segurança Cibernética com jornada tecnológica

Em parceria com a NetSecurity, a administradora de shoppings conseguiu integrar e automatizar processos, proporcionando uma resposta eficaz a incidentes...
Security Report | Destaques

Eneva aposta em assessment para construir uma infraestrutura de segurança resiliente

Em parceria com a Cisco, a empresa decidiu priorizar uma abordagem personalizada para construir uma infraestrutura sólida e robusta. Case...
Security Report | Destaques

Prêmio Security Leaders: inscrições abertas

O Prêmio mais cobiçado do mercado de Segurança da Informação e Cibernética está no ar. Líderes, Heads e CISOs podem...
Security Report | Destaques

O Burnout Silencioso dos CISOs

Cada vez mais pesquisas de instituições relevantes apontam um processo acentuado de exaustão por parte dos Líderes de Segurança em...