Metade dos internautas já foi alvo de golpes online

Pesquisa da B2B International mostrou que 48% dos consumidores sofreu algum tipo de infração, resultando na divulgação de informações sigilosas com fins lucrativos, no período de 12 meses

Compartilhar:

Uma pesquisa da Kaspersky Lab e da B2B International mostrou que 48% dos consumidores já foram alvo de golpes, que resultaram na divulgação de informações sigilosas com fins lucrativos, no período de 12 meses. Este índice reflete o aumento da diversidade e do número de ciberameaças financeiras, como e-mails suspeitos parecendo ser de um banco (22%), e-commerce falso (15%) e páginas de phishing para roubar informações financeiras (11%) das vítimas.

O estudo mostrou ainda que, nos casos bem-sucedidos, as vítimas tiveram prejuízos estimados em US$ 283 em média e, um quinto delas (22%), perdeu mais de US$ 1.000. Apenas metade (54%) das vítimas desses ciberataques recuperou todo o valor perdido e um quarto (23%) não conseguiu reaver nada.

“Cerca de 95% dos programas maliciosos desenvolvidos no Brasil visam o roubo de credenciais de Internet Banking e números/senhas de cartões de crédito. Além disso, vimos cibercriminosos explorando e buscando novas maneiras de enganar os internautas. Por este motivo é essencial a prevenção para realizar transações financeiras online ou interagir com comunicados enviados pelos bancos. Recomendamos fortemente que todos os usuários tenham uma solução de segurança para se proteger e evitar essas perdas”, afirma Fabio Assolini, analista sênior da Kaspersky Lab no País.

De acordo com o dado mais recente da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), os prejuízos causados por golpes em canais eletrônicos somaram R$ 1,8 bilhão em 2015. “Existe muita colaboração entre os departamentos de combate à fraude dos bancos e a comunidade de segurança que assegure uma proteção para evitar estas perdas, proteger a reputação das instituições e manter a confiança dos clientes. Os usuários esperam que as empresas de serviços financeiros monitorem diariamente o surgimento de novas ameaças e garantam a segurança das transações online”, acrescenta Assolini.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Ataques DDoS em 2024 levam a novas perdas críticas do mercado, afirma player

DDoS é o tipo de ciberataque que impede o acesso a sistemas ao forçar o processamento deles até o limite...
Security Report | Overview

Estudo mostra uso de serviços maliciosos de IA para intensificar ciberataques

Pesquisadores da Check Point Software destacam os diferentes tipos de ferramentas maliciosas de IA amplamente exploradas para ciberataques contra organizações...
Security Report | Overview

Estudo aponta predominância dos ataques DDoS no Brasil e América Latina

Levantamento da empresa ISH Tecnologia também informa que Brasil é a principal origem de ataques desse tipo contra a Europa...
Security Report | Overview

Ransomware LockBit Black conta com avalanche de phishing, alerta pesquisa mensal

Pesquisadores da Check Point Research identificaram uma campanha com o botnet Phorpiex sendo usado para espalhar ransomware através de milhões...