Insegurança cibernética e IA são destaques do Security Leaders em BH

O Congresso será realizado no dia 23 deste mês com discussões pautadas na imaturidade em Cyber Security e o quanto os times de Cibersegurança estão alinhados com temas como Inteligência Artificial, Elemento Humano e Computação Quântica. O evento contará também com Estudos de Caso e as inscrições estão abertas

Compartilhar:

O cenário da Cibersegurança está em constante evolução e o Congresso Security Leaders é o palco das discussões sobre as últimas tendências e inovações do setor. Com a insegurança cibernética classificada como um dos principais riscos globais, líderes e executivos de Cyber Security se reunirão no Hotel Mercure BH Lourdes, em Belo Horizonte, para explorar novos caminhos na proteção digital.

 

A edição de Belo Horizonte contará com uma ampliação significativa da agenda, com 7 painéis de debates e 11 estudos de caso, proporcionando um ambiente rico para a troca de conhecimentos e experiências entre os participantes. CISOs de empresas como Banco BS2, MRV,  Transcourier, Banco Mercantil, Grupo Oncoclínicas, Stellantis, Drogaria Araújo S/A, ArcelorMittal Sistemas, CSU Digital, Grupo Fleury, Banco Bmg, Prefeitura Municipal de Betim, Localiza, ArcelorMittal Aços Longos Brasil, Rede Mater Dei de Saúde, Queima Diária, Unimed-BH, Stone e 123milhas estão confirmados na agenda.

 

A programação mineira inclui discussões sobre a Era Quantum, destacando a preparação dos times de SI para liderar as tendências nas estratégias de defesa cibernética. A Inteligência Artificial também será tema de destaque, explorando suas múltiplas aplicações nos negócios, desde regulação até o lado mais obscuro dessa tecnologia, além de sua influência nas estratégias de ciberdefesa.

 

A questão da maturidade em Cibersegurança não ficará de fora, com debates sobre a jornada das organizações na construção de ambientes mais maduros no tema de Cyber Security. Outro destaque será pautado no avanço da aplicação da IA nas estratégias de negócio, com isso, surgiu a necessidade de estabelecer padrões éticos e regulatórios para o desenvolvimento e o uso desta nova tecnologia. Enquanto o Brasil não tem uma regulação, como a Cibersegurança deve ser pilotada dentro das organizações.

 

O elemento humano na cibersegurança será explorado em vários painéis. Como os profissionais podem liderar as inovações tecnológicas e contribuir para a redução do gap de mão de obra? Como construir campanhas de conscientização eficazes para mitigar comportamentos de risco?

 

Com a mediação da jornalista e Diretora do Security Leaders, Graça Sermoud, o Congresso terá como foco principal a troca de experiências entre os participantes, com insights valiosos, além de networking de alto nível. A programação completa está disponível no portal do evento.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Roubo de contas em sites de apostas será prato cheio para o Cibercrime, alerta relatório

De acordo com dados coletados pela LexisNexis Risk Solutions, o crescimento das casas de apostas online podem fazer aumentar a...
Security Report | Destaques

Hackers utilizam WhatsApp para roubar números de telefone, aponta pesquisa

A ESET explica como é o roubo de contas, como configurar a autenticação em duas etapas para se proteger e...
Security Report | Destaques

RSA na visão dos CISOs: Líderes analisam papel da SI e chegada de novas tecnologias

Com presença expressiva de CISOs brasileiros, a RSA Conference trouxe tendências de posicionamento da categoria, bem como as novas estratégias...
Security Report | Destaques

Ypê aposta em tecnologia para automatizar privacidade dos usuários

Empresa contou com a parceria da NovaRed e garantiu uma redução significativa de tempo gasto nas respostas em requerimentos da...