IA, Era Quantum e Maturidade são destaques no Security Leaders Brasília

A novidade desta edição é a ampliação da agenda, que contará com 8 painéis de debates para discutir inovação e tendências do setor. Diante da insegurança cibernética como um dos TOP 5 riscos globais, Líderes e Executivos de Segurança subirão no palco para profundas discussões sobre as tecnologias que prometem revolucionar as estratégias de ciberdefesa e como o elemento humano pode contribuir para um ecossistema mais seguro

Compartilhar:

O Security Leaders prepara o roadmap de Congressos regionais em 2024 e a primeira parada será Brasília, no dia 21 de março no Hotel Windsor Plaza. Com formato 100% presencial e inscrições abertas, o evento reunirá os principais executivos, especialistas e profissionais de Segurança da Informação e Privacidade para debater inovações e tendências de Cibersegurança. A novidade neste ano é a ampliação da agenda, que contará com 8 painéis de debates, 10 Estudos de Caso e abertura especial do time do Banco do Brasil, com case sobre inteligência de ameaças.

 

Uma vez que o mercado de Cibersegurança está cada vez mais dinâmico, a inovação é a grande pauta do Congresso, que vai abrir as discussões de painéis com um profundo debate sobre a Era Quantum, com objetivo de entender o quanto os times de Segurança estão preparados para liderar as tendências nas estratégias de ciberdefesa. Bruno Reis, Gerente Regional de Cybersecurity da BB Tecnologia e Serviços, Pedro Henrique, Gerente de SI do Ministério de Relações Exteriores e Simone Ferreira, Diretora Adjunta de TI e Especialista em Proteção de Dados Pessoais e SI da Polícia Civil do DF, se reúnem para essa discussão.

 

A Inteligência Artificial é outro tema de inovação que tirou a área de Segurança da Informação da zona de conforto. Desde 2023, com a ascensão do ChatGPT, o assunto é debatido pelos Líderes e profissionais de Cyber Security para entender as várias aplicações da IA nos negócios. De mocinha à vilã, essa tecnologia promete revolucionar o mercado. No Security Leaders, o tema é o grande destaque e será debatido em 3 painéis de debates com focos diferentes.

 

Ainda pela manhã, a IA será discutida do ponto de vista de aliada da Segurança, embarcada nas soluções de proteção. Alberto Peres Neto, Encarregado Governamental e Chefe da Unidade de Inovação da Casa Civil do Distrito Federal, Rodrigo G. Pontes, Chefe da Tecnologia da Informação do Metrô-DF e Leonardo Ferreira, Diretor de Privacidade e Segurança da Informação do Ministério de Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, são os líderes confirmados para esse debate.

 

À tarde, o palco do Security Leaders em Brasília vai focar na parte regulatória da Inteligência Artificial, desde a regulação da própria IA até como as empresas deverão usar esses recursos nos negócios e como definir os papéis dentro desse ecossistema. Jackeline Almeida, Supervisora de Inteligência Artificial e Cyber Security da Embratur, Marcelo Nogueira Lino, Gestor de Segurança da Informação do TRE-DF, e Jeferson Dias Barbosa, Gerente de Projetos do Conselho Diretor e Assessor da Presidência da ANPD e Ricardo Bochner, Diretor Enterprise da Imperva estão confirmados neste painel.

 

O lado obscuro da IA também será assunto no Security Leaders Brasília. Fred Maranhão, Chefe de Segurança da Informação do SEST SENAT, Leonardo Greco, Perito Criminal Federal da Polícia Federal, Verandir Araújo, Superintendente de Risco Operacional e Cibernético, DPO do Banco de Brasília e Fabio Nunes, Engenheiro LATAM da illumio, sobem no palco para discutir como o cibercrime usa os recursos de IA para trazer mais inteligência aos ataques e sofisticar ainda mais as ameaças cibernéticas.

 

Maturidade e Pessoas

 

O ano de 2024 traz desafios significativos para setores públicos e privados. A insegurança cibernética está no TOP 5 entre os maiores riscos, segundo o Relatório de Riscos Globais do Fórum Econômico Mundial. As ameaças severas visam comprometimento de infraestruturas críticas, serviços essenciais, vazamento de dados e impactos na confiança em instituições públicas e privadas.

 

Discutir a jornada da maturidade em cibersegurança e criar estratégias eficazes de defesa viraram premissas para os Líderes e Profissionais na linha de frente. Ivan Lindenberg Junior, Membro do Comitê Gestor de SI e Cibernética do Poder Judiciário, Renato Solimar, Gestor de Segurança da Informação Digital do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, e Gustavo Charnet, Gerente de Conta da Tanium, sobem no palco do SL Brasília para essa discussão.

 

Um dos direcionamentos do Brasil para suprir esse GAP em maturidade Cyber é a recém-lançada Política Nacional de Cibersegurança. A aprovação da nova PNCiber ainda no final de 2023 gerou grandes expectativas no mercado de Segurança da Informação devido às possibilidades de evolução na jornada de maturidade de empresas e órgãos públicos. Nestor Lana Silva, Chefe da Divisão da Tecnologia da Informação do Exército Brasileiro, André Luiz Bandeira Molina, Secretário de SI e Cibernética, Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e o Paulo Manzato, Head of Public Sector – Latin America da Cloudflare, estão confirmados neste painel e vão debater como a PNCiber vai contribuir para solucionar o desafio da insegurança cibernética no país.

 

E todas essas discussões estão pautadas no ponto central da Cibersegurança: pessoas. Hoje, os profissionais que atuam no setor estão diante de várias possibilidades de carreira e como irão conduzir a liderança de times nas estratégias de defesa cibernética. Camilo Mussi, Subsecretário de TI do Ministério da Agricultura e Pecuária, Hugo Maldonado, Gerente de Infraestrutura e Operações da CNI (Confederação Nacional da Indústria), e Luiz Barbosa Director, Sales Brazil – Public Sector, Smart Cities & RJ/N da Fortinet sobem no palco para entender como os executivos estão liderando as inovações tecnológicas e contribuindo para a redução do GAP de mão de obra.

 

Comportamento de risco e elemento humano também é uma discussão em pauta na agenda do Security Leaders Brasília. Renato Silva Rosalino, Gerente de Tecnologia da Clínica Villas Boas, já confirmou presença neste debate, que vai focar nas melhores práticas de construção de campanhas de conscientização com objetivo de ajudar as pessoas no entendimento sobre comportamentos de riscos que podem abrir brechas na Segurança.

 

A mediação dos painéis de debate será comandada pela jornalista e Diretora Executiva do Security Leaders, Graça Sermoud. As inscrições para o Security Leaders Brasília estão abertas.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...