Governo francês é alvo de ataques cibernéticos “sem precedentes”

De acordo com informações divulgadas pela Associated Press, o governo do país detectou uma série de incidentes cibernéticos contra diversos departamentos, instabilizando alguns sites oficiais e serviços voltados ao cidadão. O gabinete do primeiro-ministro formou um centro especial de crise para responder ao ocorrido

Compartilhar:

Um conjunto de departamentos administrativos do governo francês tem sido alvo de uma leva de ataques cibernéticos desde o último domingo (10), segundo informaram fontes do gabinete do Primeiro-Ministro francês, Gabriel Attal, à Associated Press. De acordo com a informação da agência de notícias local, trata-se de ataques DDoS de uma intensidade “sem precedentes”, levando o governo a formar um Centro Especial de Crise para responder às ocorrências.

 

“O impacto dos ataques foi reduzido na maioria dos serviços governamentais, e o acesso aos portais oficiais da França já foram restaurados”, explicou o gabinete do Primeiro-ministro em pronunciamento à AP. Tanto o gabinete do chefe do Legislativo quanto a Agência de Segurança Digital da França não quiseram dar mais informações sobre o ocorrido, nem falar de qualquer suspeita sobre os responsáveis pelos ataques.

 

Segundo a agência Reuters, apesar de o grupo hacktivista pró-Rússia Anonymous Sudan ter reivindicado a autoria, neste momento, não é possível confirmar qualquer indicativo de uma ação movida por agentes hostis patrocinados por Moscou. O grupo se pronunciou em seu grupo de mensagens no Telegram que seus alvos eram os ministérios da Saúde, Economia, Transição Ecológica e Aviação Civil.

 

O incidente vem em meio a preocupações com a segurança de eventos importantes dos próximos meses, como as eleições europeias, marcadas para 9 de junho, e o início dos Jogos Olímpicos de Paris, cuja abertura se dará em 26 de julho. Com os olhos do mundo voltados para o país, representantes de partidos e instituições francesas entraram em ação para enfrentar eventuais riscos cibernéticos.

 

Em reportagem, a CNN lembrou do pronunciamento do Secretário-Geral de Defesa e Segurança Nacional, Stéphane Bouillon, que apontou o pleito continental como um alvo de desafio considerável para o bloco. O departamento ainda pretende organizar para fim de março uma reunião com todos os partidos políticos da França pleiteando vagas na Assembleia europeia para aumentar a sensibilização sobre riscos de ciberataques e desinformação.

 

O Ministro das Forças Armadas, Sébastien Lecornu, também pediu publicamente maiores esforços diante das ameaças de “sabotagem e ciberataque” partidos da Rússia.

 

*Com informações da Associated Press, Agência Reuters e CNN

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...