Custos globais de compliance contra crimes financeiros são mais de US$ 206 bi, revela estudo

Quase todas as instituições financeiras relatam aumento nos custos de compliance contra crimes financeiros nos últimos 12 meses. Custo é comparável a US$ 3,33 por mês para cada pessoa em idade ativa no mundo

Compartilhar:

A LexisNexis Risk Solutions divulgou o relatório anual “O Real Custo do Compliance Contra Crimes Financeiros”. O estudo examina como as instituições financeiras lidam com as despesas e os desafios associados à evolução dos requisitos de compliance contra crimes financeiros.



Os resultados refletem as perspectivas de 1.181 profissionais em compliance de crimes financeiros de uma ampla gama de pequenas, médias e grandes empresas em diferentes regiões: EUA/Canadá; Ásia-Pacífico (APAC); Europa, Oriente Médio e África (EMEA); e América Latina.

O relatório oferece insights sobre o custo financeiro global do compliance, com as instituições financeiras arcando com um custo total de US$ 206,1 bilhões. Este custo é comparável a mais de 12% das despesas globais em pesquisa e desenvolvimento (P&D) e equivale a 3,33 dólares por mês para cada indivíduo em idade ativa no planeta.

A inteligência artificial (IA) deixa sua marca

Embora certas indústrias ainda estejam determinando as formas como a IA e o machine learning (ML) terão influência em seus negócios, 71% dos profissionais de compliance contra crimes financeiros indicam que as suas organizações já estão aprimorando a utilização de dados através de análises avançadas. Além disso, 72% confirmam que empregam análises e IA para melhorar os seus procedimentos de compliance.

No entanto, à semelhança das mudanças históricas nas formas de trabalhar, os problemas com a qualidade dos dados, os silos de dados, os sistemas legados desatualizados e a falta de colaboração interna podem criar atividades e despesas de compliance evitáveis.

EMEA continua a ser um centro de alto custo para compliance contra crimes financeiros

O estudo revela que as instituições financeiras da Europa, Oriente Médio e África (EMEA) e os seus clientes continuam a incorrer em despesas mais substanciais para compliance contra crimes financeiros em comparação com outras regiões. O custo global de compliance contra crimes financeiros na EMEA supera o dos EUA/Canadá em 39,8%. Esta diferença é parcialmente indicativa da crescente complexidade dos requisitos de compliance.

Globalmente, 78% das organizações e especificamente 80% na EMEA indicam que a complexa rede de regulamentos e sanções atua como um constrangimento em suas operações comerciais. Em contraste, Ásia-Pacífico (APAC) e América Latina são regiões comparativamente mais rentáveis, apesar dos gastos significativos com compliance. As despesas de compliance financeiro na APAC equivalem a 74,5% das verificadas nos EUA/Canadá, enquanto os custos da América Latina são de 24,7% na mesma comparação.

Mudança para enfrentar desafios futuros

CEOs, vice-presidentes e diretores de instituições financeiras em todo o mundo não são complacentes. O aumento de novas iniciativas tem contribuído para a crescente complexidade que enfrentam ao cumprir os requisitos de compliance contra crimes financeiros. No entanto, 85% das instituições financeiras colocam a melhoria da experiência do cliente no topo da sua lista de prioridades.



Isto reafirma o compromisso de promover a confiança e proporcionar satisfação, mesmo diante da proliferação de ameaças financeiras. Uma ênfase substancial destes esforços gira em torno da otimização da eficiência e eficácia do compliance contra crimes financeiros no que diz respeito aos pagamentos. Globalmente, 74% das instituições enfatizam que este é um esforço crítico ou de alta prioridade.

“O impacto financeiro do crime repercute nas demonstrações financeiras das empresas e nas carteiras dos consumidores. Na busca do bem comum, legisladores e reguladores colaboram incansavelmente com as instituições financeiras para estabelecer os mandatos necessários. No entanto, esses esforços não são isentos de custos. ”, disse Eloise Faria, Gerente de estratégia de compliance contra crimes financeiros para a América Latina da LexisNexis Risk Solutions.



“O nosso relatório sublinha que as instituições financeiras estão fazendo investimentos significativos para se manterem em compliance com os regulamentos sobre crimes financeiros. A colaboração eficaz dentro dessas instituições é fundamental para melhorar a experiência do cliente e, ao mesmo tempo, gerir esses custos. Aproveitar as tecnologias emergentes, juntamente com as soluções existentes, pode capacitar as instituições para atingirem os seus objetivos e fornecerem resultados ideais aos clientes.”

Baixe aqui o relatório “O Real Custo do Compliance Contra Crimes Financeiros”[ER1]  – 2023 (somente em inglês).


Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

ANPD volta a defender protagonismo na regulamentação da IA

Em evento organizado pela PUC-Rio, a diretora Miriam Wimmer lembrou que a Lei Geral de Proteção de Dados atribui à...
Security Report | Overview

Procuradores do MPF participam de curso sobre combate à Cibercriminalidade

Treinamento teve como objetivo proporcionar novas competências práticas na investigação de crimes cometidos pela internet...
Security Report | Overview

Dark Web: ambiente profundo é o Pré-Sal do Cibercrime de dados?

Da mesma forma que a reserva petrolífera na costa brasileira se tornou essencial à economia de combustíveis fósseis do país,...
Security Report | Overview

42% dos consumidores tiveram contato com ciberataques em mobile

A pesquisa da Appdome ressalta que tanto os próprios usuários quanto pessoas próximas a eles entraram no radar do Cibercrime....