LGPD movimenta mercado de Segurança no Brasil

Em função do início das sanções, companhia está reforçando atuação no Brasil e inclusive mudando de foco para médias e grandes empresas, que são os principais alvos de autuação da lei

Compartilhar:

A partir de primeiro de agosto, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou definitivamente em vigor com o início da fiscalização realizada pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), o que força as empresas a criarem políticas internas de proteção de dados.

 

De olho nesta exigência, a CoSoSys, aposta nas empresas que utilizam diferentes sistemas operacionais, ambiente muito comum em médias e grandes empresas, que são os principais alvos de autuação.

 

Única a oferecer um sistema de DLP multiplataforma para proteção de dados em sistemas Windows, MacOs e Linux, a última inédita dentro de um mercado mais vulnerável devido à falta de opções de soluções de monitoramento, Endpoint Protector da CoSoSys entende que basta haver computadores desprotegidos para ocorrer um vazamento de dados, sendo essencial cobrir 100% do parque de máquinas para que as empresas estejam em compliance com a LGPD.

 

“Vimos um interesse crescente do Brasil em nossa solução de prevenção de perda de dados e, como consequência, passamos a atuar em grandes organizações no País devido à complexidade na proteção de dados neste tipo de empresas. As empresas médias e grandes têm um volume expressivo de computadores que usam diferentes sistemas operacionais”, explica Cristina Moldovan, Sales and Business Development Manager do Endpoint Protector by CoSoSys no Brasil.

 

De acordo com a Forrester, estima-se que para 2021, 33% dos vazamentos de dados serão causados por incidentes internos nas empresas. Em 2020, esse percentual era de 25%. No País, o Endpoint Protector da CoSoSys atende dezenas de empresas em segmentos que são mais vulneráveis em função do volume de informações sensíveis armazenadas de seus clientes, como bancos, empresas de mídia e de saúde, por exemplo.

 

Outro destaque da solução é a proteção em computadores após a descentralização das operações em função do isolamento social, que levou muitas organizações a adotarem o home office por um tempo ainda indefinido. Neste quesito, a solução Endpoint Protector permite a aplicação de políticas de segurança da informação nos computadores, conectados à rede da empresa ou não, o que garante conformidade à LGPD.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

Dia da Internet: Phishing e data leak são duas das maiores ameaças ao usuário

Com o desenvolvimento acelerado da tecnologia, a crescente de tentativas de golpes no ambiente online também se torna uma realidade....
Security Report | Overview

Especialistas alertam para novos modelos personalizados de golpe com QR Code

Especialistas da Check Point Software identificaram novos ataques cibernéticos conhecidos por Quishing e explicam como evitar tais golpes...
Security Report | Overview

61% das empresas aumentarão investimento em Cloud Security, segundo relatório

As organizações participantes do estudo estimam que o aumento planejado dos investimentos em segurança na nuvem alcance os 37%, em...
Security Report | Overview

CTIR Gov emite recomendações de enfrentamento ao ransomware Black Basta

Em informe publicado no site oficial da organização, foram trazidas outras informações a respeito do malware, que tem mirado especificamente...