Ciberataque não afeta relações com Rússia, diz Obama

Presidente dos EUA afirmou que ação de hackers ao Partido Democrata não mudaria “extremamente” a ligação entre os dois países

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (02) que, se a Rússia participou da ação hacker contra organizações do Partido Democrata, isso seria um tema que ele discutiria com o presidente russo, Vladimir Putin, mas que não iria mudar “extremamente” a relação entre os países.

Os EUA já têm “um monte de diferenças com os russos num conjunto inteiro de temas, mas eu acho que nós temos sido capazes de tentar manter o foco naquelas áreas onde ainda temos interesses comuns”, declarou Obama em entrevista à imprensa durante visita de Estado do primeiro-ministro de Cingapura, Lee Hsien Loong.

Chamando a relação entre EUA e Rússia de dura e difícil, Obama apontou preocupações comuns.

“Potencialmente nós temos um interesse em dar um fim à violência na Síria”, afirmou Obama. “Como equilibramos esses temas? Isso é muito a essa altura atuação padrão de Estado com a Rússia.”

* Com informações da Agência Reuters

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Mercado

Hotéis na mira do vazamento de dados

Pesquisa da Symantec revela que sites podem vazar suas informações de reserva, permitindo que outras pessoas vejam os dados pessoais...
Security Report | Mercado

Tendências de segurança em Sistemas de Controle Industriais

Análise categoriza e classifica os riscos mais recorrentes após observação empírica; menos um terço dos riscos críticos e de alta...
Security Report | Mercado

Minsait amplia oferta de inteligência e segurança de redes com a Allot

Aliança entre as empresas tem como foco suprir a demanda do mercado de telecom brasileiro por dados analíticos com foco...
Security Report | Mercado

Boldon James lança solução de classificação de dados

OWA Classifier estende o suporte de classificação de dados do Outlook para o Microsoft Office 365