[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

Cases de Sucesso, IA e proteção de acessos são destaques na programação do Security Leaders Porto Alegre 

Compartilhar:


Edição regional será realizada amanhã (22), a partir das 08h30, e vai reunir Líderes e Profissionais locais para debater uma série de desafios e tendências do setor. Além dos cases inéditos da Creditas, Unicred, Unimed e OEC, Odebrecht, temas como automação e CISO 5.0 também estão em pauta


Após sucesso de público no Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, o Security Leaders segue a caravana com a edição em Porto Alegre nesta quinta-feira (22), reunindo os principais executivos, especialistas e profissionais de Segurança da Informação e Privacidade para debater os grandes desafios do setor.


Os estudos de caso são momentos de grande inspiração para a comunidade de Segurança da Informação, pois trazem práticas que geram valor ao negócio, além de agregar novas experiências entre os profissionais que acompanham o Congresso. Executivos da Creditas, Unicred, Unimed POA e OEC Odebrech subirão no palco para contar suas histórias de superação no mercado de Cyber Security.


Em formato 100% presencial, líderes e influentes do mercado de Cyber Security discutirão sobre ataques hack and leak, resiliência cibernética focando na proteção de dados e pessoas, tendências de automação na SI, além do frenesi da Inteligência Artificial e sua aplicabilidade nas estratégias de Segurança. A carreira do CISO também está em debate, especialmente sobre a relevância desse profissional nas empresas e como ele se aproxima do corpo diretivo com visão de risco mais alinhada ao negócio.


Pela manhã, o primeiro debate envolve uma dupla ameaça: hack and leak, ou seja, ataques cibernéticos e vazamentos de informações sensíveis. Um cenário que tem impactado empresas e órgãos públicos em todo o país. Os executivos Cristiano Silveira, Superintendente de TI na Unimed Porto Alegre, Matheus Albarello, Cyber Security Coordinator na Pago NXT (a Santander Company), Paulo Barbosa, Gerente de Risco Cibernético na Unicred e Fernando Ceolin, Regional Director Brazil & SOLA na Akamai.


Cada vez mais, os profissionais de SI se deparam com um cenário cheio de armadilhas, ameaças sofisticadas e vazamento de dados por partes dos cibercriminosos. Até mesmo ameaças antigas como o phishing, ransomware e ataques BEC ainda impactam as operações e exigem dos líderes novas estratégias de defesa capazes de envolver toda organização.


Esse tema promete gerar grande insights ao público presente com a participação dos profissionais: Elenirse Furlanetto, Gestora de Segurança da Informação no Tribunal de Justiça do RS, Idamar Bochnia, Security Engineer Lead na Creditas, Marcos Donner, Head Of Information Security and Cybersecuirty no Agi e Fellipe Canale, Sr Regional Director Brazil & Mexico na Proofpoint.


Proteger acessos e identidades de forma preventiva virou uma realidade ainda mais presente para as empresas. Mas afinal, onde estamos errando? Como mitigar os ataques e detectar os vetores de ataque baseados em identidade?


Para aprofundar ainda mais o assunto, o Security Leaders reunirá nesse painel os profissionais: Amaro Neto, Gestor de Riscos de SI e DPO no Hospital Ernesto Dornelles, Diego Baldi, Infraestrutura de tecnologia da informação no Grêmio FBPA, Gustavo Ameida, CIO Fruki Bebidas e Jonathas Monteiro, Especialista em Cibersegurança NovaRed.



À tarde, a Comunidade de Cyber Security vai discutir duas grandes tendências: automação dos ambientes de Segurança e aplicação de recursos de Inteligência Artificial nas estratégias de ciberdefesa. Cristiano Maynart, CISO na APESC, Daniel Lazzarotto, Head de Cibersegurança e Governança de TI na Vitru Education e Rodrigo Hammer, Gerente de Segurança de TI na Unicred do Brasil são os nomes confirmados e que prometem compartilhar grandes elementos em torno do tema.


André Facchini, Diretor de TIC Sefaz-RS, Mario Azzolini, Cyber Security Specialist na AESC, Luis Fernando, Gerente de TI na UnidaSul Distribuidora Alimentícia S/A e Fernando Zamai, Regional Sales Manager na Cisco, estarão presentes para debater uma nova arquitetura de Segurança, compartilhando métodos em como reduzir a complexidade dos ambientes e partir para um modelo consolidado de Segurança da Informação.


Para encerrar o evento com chave de ouro, Alexandre Vieira. Gerente Executivo de Segurança de TI no Banrisul, Daniel Piccinini, Gerente de TI e Segurança no CEITEC, Emerson Wendt, Delegado na Polícia Civil do RS e Abilio Branco, Head de Proteção de Dados na Thales participarão de um painel sobre a carreira do CISO e o futuro desse profissional. Os profissionais vão compartilhar os desafios e estratégias, além do posicionamento do líder dentro da organização, bem como o gerenciamento, liderança, escassez de mão de obra e a maturidade em cyber.


A mediação dos painéis de debate será comandada pela jornalista e Diretora Executiva do Security Leaders, Graça Sermoud.


Cases de Sucesso

O case de abertura será comandado por Idamar Bochnia, Security Engineer Lead da Creditas. A partir das 9h10, a executiva vai abordar os desafios de implementação da ISO 27.001 e apresentará uma visão de riscos de terceiros, além da necessidade dos controles de SI baseados em frameworks de mercado.

Seguindo a programação, às 10h10, a Akamai e a CPD Informática, parceiras do Security Leaders, apresentarão o case da Unimed Porto Alegre sobre Microssegmentação. O público vai acompanhar como essa técnica de Segurança de rede ajudou a organização a ganhar uma significativa visibilidade do ambiente, priorizando controles, Segurança e na jornada de movimentação para cloud.
Cristiano Silveira, Superintendente de TI e Soluções Digitais na Unimed Porto Alegre apresentará o Estudo de Caso ao lado dos parceiros Davison Marques, Enterprise Sales Executive na Akamai, e Christian Limp, Diretor de Negócios na CPD Informática.  


Às 14h50 o público do Security Leaders também irá acompanhar a apresentação de Estudo de Caso da Unicred, liderado pelo gerente de Segurança de TI, Rodrigo Hammer. Após a Unicred perceber possíveis vulnerabilidades de acessos privilegiados em aplicações críticas do seu ambiente e com o advento do trabalho híbrido impulsionado pela pandemia, foram analisadas diversas estratégias baseadas no Zero Trust, sendo o MFA a mais viável para seu ambiente. Em parceria com a Cisco, foi desenvolvido um estudo e implementado mais de 4.500 licenças para todos os usuários da companhia no acesso de aplicações críticas da cooperativa.


E o tema firewall humano também está em destaque na agenda. Renato Sobral, Head de Network & Information Security na OEC, Odebrecht Engenharia e Construção, vai apresentar o Estudo de Caso em um Talk Show com os parceiros André Oliveira, CTO na AK Networks, e Marcelo Dutra, Gerente de Contas Latam na Knowbe4. O destaque deste case é fortalecer o firewall humano através de táticas de conscientização de Segurança. Sobral vai abordar a experiência com a plataforma e como a AK Networks e KnowBe4 ajudaram nos desafios da organização.


Veja a programação completa.


Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

ALLOS eleva maturidade em Segurança Cibernética com jornada tecnológica

Em parceria com a NetSecurity, a administradora de shoppings conseguiu integrar e automatizar processos, proporcionando uma resposta eficaz a incidentes...
Security Report | Destaques

Eneva aposta em assessment para construir uma infraestrutura de segurança resiliente

Em parceria com a Cisco, a empresa decidiu priorizar uma abordagem personalizada para construir uma infraestrutura sólida e robusta. Case...
Security Report | Destaques

Prêmio Security Leaders: inscrições abertas

O Prêmio mais cobiçado do mercado de Segurança da Informação e Cibernética está no ar. Líderes, Heads e CISOs podem...
Security Report | Destaques

O Burnout Silencioso dos CISOs

Cada vez mais pesquisas de instituições relevantes apontam um processo acentuado de exaustão por parte dos Líderes de Segurança em...