Ataque cibernético interrompe apresentação on-line na Universidade de Brasília

Cibercriminosos invadiram palestra sobre cinema e gênero, promovida por professoras da UnB e enviaram mensagens ofensivas aos demais presentes na conferência. Em nota, a instituição afirmou que tomou conhecimento do caso pela imprensa e entrou em contato com a docente para prestar apoio e orientá-la a adotar as medidas institucionais cabíveis para a apuração dos fatos

Compartilhar:

Uma palestra on-line sobre cinema e gênero, promovida por professoras da Universidade de Brasília (UnB), na última semana (28), precisou ser interrompida após um ataque cibernético começar a transmitir conteúdos pornográficos e enviar ofensivas ao grupo. Ainda segundo informações, os ataques começaram após 30 minutos do início da apresentação.

 

A ação foi vista como violenta e agressiva pela professora Rose May Carneiro, que organizou a apresentação. Ela registrou um boletim de ocorrência contra os suspeitos. Ainda de acordo com informações divulgadas, a palestra foi anunciada pelas redes sociais, com a divulgação do link para quem tivesse interesse em assistir e contribuir.

 

Em nota enviada à Security Report na manhã de hoje (05), a Universidade de Brasília (UnB) afirmou que tomou conhecimento do caso pela imprensa e entrou em contato com a docente para prestar apoio e orientá-la a adotar as medidas institucionais cabíveis para a apuração dos fatos.

 

A instituição ressaltou ainda que sempre apoiará os grupos de pesquisa da instituição, assim como o GECOMS (Grupo de Pesquisa Gênero, Comunicação e Sociabilidade), para que possam se posicionar livremente sobre qualquer tema de pesquisa.

 

“Ressaltamos que é altamente recomendável o uso das plataformas digitais oficiais para a realização das atividades acadêmicas, uma vez que elas oferecem ferramentas para o controle dos participantes das salas virtuais”, diz Unb em nota.

 

A Security Report disponibiliza o comunicado na íntegra:

 

A Universidade de Brasília (UnB) tomou conhecimento do caso pela imprensa e entrou em contato com a docente para prestar apoio e orientá-la a adotar as medidas institucionais cabíveis para a apuração dos fatos.

 

A UnB sempre apoiará grupos de pesquisa da instituição, tais como o GECOMS, para que possam se posicionar livremente sobre qualquer tema de pesquisa. Somos uma instituição educadora, que realiza pesquisa de excelência e defende a liberdade de cátedra. 

 

Ressaltamos que é altamente recomendável o uso das plataformas digitais oficiais para a realização das atividades acadêmicas, uma vez que elas oferecem ferramentas para o controle dos participantes das salas virtuais. 

 

A UnB repudia qualquer forma de violência, agressão ou comportamento inadequado, reiterando seu compromisso com os direitos humanos, pautado pelo respeito mútuo e pela ética.”

 

*Com informações do Metrópoles

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Pedro Nuno explora as vantagens do Outsourcing de SI em novo livro

O CISO da Valid fala com exclusividade à Security Report sobre o lançamento do seu livro, que traz uma análise...
Security Report | Destaques

ATUALIZADO: Linha do tempo destaca ataques mais recentes

Painel de incidentes foi atualizado com os casos envolvendo a Netshoes, a Usina Alta Mogiana, a ValeCard, a Metalfrio, a...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético: empresas estimam os impactos da crise

CrowdStrike e Microsoft detectaram ainda no fim de semana que ao menos 8,5 milhões de devices foram atingidos pela pane...
Security Report | Destaques

Apagão Cibernético traz lição sobre vulnerabilidade da cadeia global

A crise desencadeada pela falha na atualização do ambiente CrowdStrike mostrou como a hiperdependência de sistemas digitais pode levar a...