Americanas S/A garante acesso seguro em ambientes Multicloud

Varejista democratizou o acesso a dados corporativos com automação, agilidade e segurança, além de melhorar processos com redução de custos

Compartilhar:

A Lojas Americanas vive hoje uma grande expansão dos negócios, se posicionando como uma plataforma que entrega inovação tecnológica aos clientes. Esse cenário se intensificou ainda mais desde o início da pandemia, onde os números de vendas no e-commerce registraram um aumento significativo.

 

Com isso, a varejista enxergou a necessidade de encontrar uma forma rápida, dinâmica e segura de trabalhar com dados. A ideia é avançar no uso inteligente do dado e pensar em estratégias cada vez mais alinhadas com o engajamento dos clientes, além de atender as demandas dos usuários internos, que também usam dados.

 

“Um dos desafios era justamente ter a oportunidade de trabalhar essas informações já em compliance por conta da LGPD. Nosso objetivo é permitir que os consumidores internos e externos tenham acesso no momento necessário e sem qualquer burocracia”, comenta Leonardo Macharette, Especialista em SI, Governança Risco e Compliance na Americanas durante palestra realizada na edição regional Sul do Congresso Security Leaders.

 

Para atender essa demanda, a Americanas contou com a parceria da Delphix nesta jornada. Segundo Macharette, existiam outras soluções disponíveis para atender a necessidade da rede naquele momento. Porém, a tecnologia da Delphix foi escolhida por ser mais eficiente na identificação de informações sensíveis, entregando mais visibilidade e atendendo melhor as demandas da varejista, permitindo desempenho das políticas necessárias para gerar banco de dados virtual.

 

“Criamos algumas instâncias nas nossas estruturas de múltiplas nuvens para conseguirmos obter os benefícios onde tínhamos maior necessidade. Logo após, criamos também alguns bancos virtuais com as características que os nossos clientes necessitavam”, comenta executivo da Americanas.

 

A tecnologia da Delphix também foi utilizada para agregar as informações em apenas um grupo. Diante de todos os benefícios gerados, o destaque vai para a automatização, pois agora é possível gerenciar o ambiente de forma ágil e segura. Além disso, a varejista melhorou processos e reduziu custos.

 

“Podemos entregar os dados confidenciais em apenas alguns minutos para as áreas consumidoras que necessitavam desse acesso. Além disso, controlamos a questão de como esses dados são disponibilizados e quem pode acessá-los. Com isso, temos total controle dessas informações, garantindo sempre a segurança”, completa.

 

O case completo apresentado durante o Security Leaders Sul está disponível no canal da TVD no YouTube. Conheça outros benefícios gerados com a implantação da tecnologia e quais são os próximos passos da gigante varejista.

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Apagão Cibernético traz lição sobre vulnerabilidade da cadeia global

A crise desencadeada pela falha na atualização do ambiente CrowdStrike mostrou como a hiperdependência de sistemas digitais pode levar a...
Security Report | Destaques

Falha em ambiente CrowdStrike provoca apagão cibernético

Diversas organizações ao redor do mundo, incluindo Linhas Aéreas, Instituições financeiras e varejistas enfrentam uma pane geral em seus sistemas....
Security Report | Destaques

SESC MG aprimora estratégia de segurança cibernética

Em parceria com a Lumu Technologies, a instituição tinha como demanda melhorar as diretrizes de Cibersegurança, superando os desafios de...
Security Report | Destaques

Procon-SP abre investigação sobre vazamento de dados na Netshoes

Devido a um incidente cibernético contra seus sistemas internos, o e-commerce de artigos esportivos alertou o mercado na última quarta-feira...