Ações de funcionários podem criar ameaças cibernéticas

Dentre os principais prejudicados estão as pequenas e médias empresas, por se preocuparem menos com as atividades e violações produzidas pelos colaboradores

Compartilhar:

Pequenas empresas, com até 50 funcionários, se preocupam menos com violações de segurança cibernética produzidas por atividades de funcionários do que grandes corporações. Apenas 36% das pequenas empresas se preocupam com o descuido de suas equipes, enquanto mais da metade das empresas de médio e grande porte considera isso uma questão essencial, diz relatório de segurança.

 

Equipes desinformadas ou descuidadas, na qual o uso impróprio dos recursos de TI pode colocar a proteção virtual da organização em risco, podem prejudicar empresas de qualquer tamanho. De acordo com a pesquisa, ações de funcionário estão entre os três principais desafios de segurança que fazem as empresas se sentirem vulneráveis. Mais da metade (61%) das empresas que tiveram incidentes de segurança cibernética em 2016 admitiram que o comportamento negligente e a desinformação dos funcionários contribuíram para isso.

 

Assim como grandes corporações, pequenas e médias empresas enfrentam o desafio de gerenciar uma infraestrutura de TI em evolução constante, além de precisarem acomodar as tendências de BYOD: 74% das empresas informaram que a quantidade de smartphones usados no trabalho aumentou nos últimos três anos, e 71% confirmaram que o mesmo se aplica aos tablets. Essa nova realidade empresarial está forçando as gerências a prestar mais atenção à segurança de TI e ao controle centralizado de atividades dos funcionários possivelmente perigosas, mesmo nas empresas menores.

 

“Nas pequenas empresas, onde não há uma equipe de TI dedicada, muitas vezes outros funcionários precisam implementar a segurança cibernética, por exemplo, instalando soluções antimalware com funcionalidades limitadas. Isso representa riscos importantes para a empresa, pois o descuido de um funcionário pode facilmente afetar todos os dados da organização, levando a perdas instantâneas de tempo, dados de clientes e dinheiro. As empresas devem implementar soluções criadas especificamente para empresas de pequeno e médio porte, com proteção que qualquer administrador de TI, mesmo com poucas habilidades em TI, consegue manter facilmente de qualquer local”, explica Vladimir Zapolyansky, chefe de marketing para pequenas e médias empresas da Kaspersky Lab.

 

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Mercado

Hotéis na mira do vazamento de dados

Pesquisa da Symantec revela que sites podem vazar suas informações de reserva, permitindo que outras pessoas vejam os dados pessoais...
Security Report | Mercado

Tendências de segurança em Sistemas de Controle Industriais

Análise categoriza e classifica os riscos mais recorrentes após observação empírica; menos um terço dos riscos críticos e de alta...
Security Report | Mercado

Minsait amplia oferta de inteligência e segurança de redes com a Allot

Aliança entre as empresas tem como foco suprir a demanda do mercado de telecom brasileiro por dados analíticos com foco...
Security Report | Mercado

Boldon James lança solução de classificação de dados

OWA Classifier estende o suporte de classificação de dados do Outlook para o Microsoft Office 365