85% já caíram ou conhecem quem caiu em golpes, aponta pesquisa com varejistas

Cartões são os meios de pagamentos preferidos dos consumidores e são tão seguros quanto o Pix, aponta levantamento

Compartilhar:

Quase 85% dos varejistas já caíram em algum golpe ou fraude ou conhecem alguém que passou pela situação. Entre os golpes mais mencionados, estão fraude do boleto, comprovantes ou agendamentos falsos de Pix, cartões clonados ou roubados, e fraudes via WhatsApp.

Além disso, os pedidos de chargeback — contestação do pagamento pelo titular da conta bancária — são o maior receio dos comerciantes presentes no e-commerce. A solicitação, que geralmente causa o estorno do valor da venda, foi relatada como preocupação por quase metade dos ouvidos.

Entre eles, 24% mencionaram explicitamente chargeback e estorno como problemas. Outros 22% mencionaram compras com cartões roubados ou clonados como uma de suas principais dores de cabeça — situação que também costuma gerar estorno. Por outro lado, um quinto dos entrevistados alega não ter nenhum tipo de preocupação quando vende online.

Meios de pagamento mais seguros

Quando se trata da percepção de varejistas em relação à segurança, Pix e cartões estão empatados na liderança. Cerca de 90% dos comerciantes consideram essas formas de pagamento confiáveis.

Empatados na faixa dos 65%, estão pagamentos por carteiras digitais, celulares e link de pagamento. O boleto é considerado confiável por 54% dos varejistas.

Preferência do consumidor

De acordo com os relatos de varejistas, 70% dos consumidores preferem usar cartão de crédito ou débito como forma de pagamento. O Pix é o favorito de 22%. O dinheiro é a última opção. Só é priorizado por 3% dos compradores. Está atrás inclusive do boleto, que surge como preferência de 4% dos consumidores.

Uma das hipóteses para essa preferência dos consumidores é a possibilidade de pagar suas compras a prazo. Outro aspecto são os benefícios que o uso de cartões costuma oferecer, como milhas aéreas, cashback, entre outros.

Sobre a pesquisa

Para entender tendências no universo de meios de pagamentos e os golpes e fraudes conhecidos por esse setor, a Cielo ouviu 200 varejistas, entre clientes e não clientes da companhia. Os resultados da pesquisa mostraram quais as principais preocupações em relação à segurança e quais as formas de pagamento preferidas pelos comerciantes e consumidores.

Os varejistas participantes que aceitam pagamento em cartão de débito e crédito, estão presentes no e-commerce e apresentam faturamento médio mensal acima de R$ 10 mil. A pesquisa foi realizada em parceria com o Opinion Box e tem intervalo de confiança de 95%, com margem de erro máxima de 6,9 pontos percentuais.

De acordo com o vice-presidente de Riscos e Compliance da Cielo, Marcelo Toniolo, a pesquisa é importante para sinalizar quais são as maiores preocupações dos varejistas e, assim, a empresa atuar para saná-las. “Segurança e prevenção à fraude são assuntos prioritários e são tratados para que o comerciante tenha informação e instrução para não perder uma só venda”, diz.



Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

68% das organizações utilizarão ferramentas com IA para combater ameaças em 2024

Os entrevistados identificaram várias maneiras pelas quais a IA poderia melhorar a postura de segurança de suas organizações. Para 67%...
Security Report | Overview

10 bilhões de ataques foram bloqueados em 2023, aponta relatório

Os golpes, phishing e malvertising continuam representando mais de 75% de todas as ameaças cibernéticas. Essas ameaças muitas vezes aproveitam...
Security Report | Overview

A importância da autenticação de identidade contra ataques de ransomware

Em meio ao cenário desafiador, a autenticação de identidade surgiu como uma estratégia essencial na defesa contra o ransomware, protegendo...
Security Report | Overview

SulAmérica aposta em tecnologia para redução de custos com fraudes

A operadora prevê redução de mais de 10% com a prevenção de irregularidades, que recebe, em média, mais de 5...