[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

ATUALIZADA: TRF-3 aciona Polícia Federal para investigar ataque cibernético do tipo ransomware

Segundo documento encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça nesta sexta-feira (01), o órgão teria sofrido um ataque do tipo ramsomware, que criptografou e indisponibilizou acesso para alguns equipamentos do parque e também parte de seu ambiente de virtualização

Compartilhar:

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região – TRF-3, vítima de um ataque cibernético nesta quarta-feira (30) e na tarde de ontem estavam com os serviços temporariamente indisponíveis. Em comunicado, o órgão ressaltou que não houve o comprometimento dos dados armazenados por conta do incidente e afirmou que segue trabalhando na restauração progressiva da infraestrutura tecnológica afetada.

 

Segundo documento encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça nesta sexta-feira (01), o órgão teria sofrido um ataque do tipo ramsomware, que criptografou e indisponibilizou acesso para alguns equipamentos do parque e também parte de seu ambiente de virtualização. Segundo o órgão, todos os sistemas estão desativados para avaliação da extensão do ataque.

 

“Diversas ações estão sendo tomadas pela equipe do Tribunal junto às empresas contratadas e a Polícia Federal, visando o restabelecimento mais rápido de todo o ambiente, de forma segura e definitiva. Infelizmente, ainda não é possível firmar um prazo de restabelecimento do ambiente e seus serviços”, diz o documento.

 

A Polícia Federal foi acionada e instaurou um inquérito. Além disso, uma equipe especializada em crimes cibernéticos esteve no local para iniciar as investigações. A presidente do TRF-3, desembargadora federal Marisa Santos, determinou a suspensão dos prazos dos processos físicos e eletrônicos até o dia 01/04, e prorrogação para o próximo dia útil subsequente no TRF-3 e nas Seções Judiciárias de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Os prazos já haviam sido suspensos nos dias 30 e 31 de março.

 

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região e as Seções Judiciárias de São Paulo e Mato Grosso do Sul estão funcionando em regime de Plantão Judiciário, para conhecimento de pedidos, ações, procedimentos e medidas de urgência destinadas a evitar perecimento de direitos ou assegurar a liberdade de locomoção.

 

Não foi apenas o TRF-3 vítima dos cibercriminosos nesta semana. O Sebrae também foi afetado após um ataque cibernético e os sites continuam inoperantes aos usuários nessa quinta-feira. Em comunicado no Twitter, o órgão destacou que segue tomando as providências necessárias para que a interrupção e instabilidade no sistema sejam resolvidos, a fim de remediar danos e responsabilizar infratores envolvidos. Porém, não estabeleceu um prazo para o restabelecimento.

 

*Com informações da Folha de São Paulo 

 

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AWS: Descentralização permite priorizar cultura de Segurança nas empresas

O representante de Segurança Cibernética da Amazon Web Services na América Latina, Marcello Zillo, conversou com jornalistas durante o re:Inforce...
Security Report | Destaques

Deputados do Partido Liberal são alvos de hacktivismo nas redes

No último fim de semana, membros da bancada do partido na Câmara tiveram sites oficiais e contas nas redes sociais...
Security Report | Destaques

73% das violações no mundo ocorreram por ransomware, alerta SEK

Baseada nos números gerados pelos mais de um milhão de alertas no SOC da companhia, o estudo Think Ahead Report...
Security Report | Destaques

Eneva e Allos são Cases em destaque no Security Leaders Rio

O Congresso será realizado no dia 20 de junho na cidade maravilhosa e com discussões pautadas em maturidade cibernética a...