Sites das Americanas e Submarino são restabelecidos gradualmente após ataque cibernético

Em nota, companhia informou que não há evidências de comprometimento das bases de dados. As equipes da varejista continuam mobilizadas e trabalhando para a retomada integral no mais curto espaço de tempo. O site do Shoptime ainda segue indisponível aos usuários

Compartilhar:

A Americanas S.A comunicou na manhã desta quarta-feira (23), o restabelecimento gradual de seus ambientes de e-commerce que foram afetados após sofrer um ataque hackers no último final de semana. Vale destacar que os sites permaneceram inoperantes por 4 dias, o Submarino também segue o mesmo processo de retomada, apenas o Shoptime ainda continua indisponível aos usuários.

 

Nos sites das varejistas, os consumidores são informados sobre a retomada dos serviços. “Estamos voltando de forma gradual, disponibilizando produtos e funcionalidades progressivamente, para que você possa comprar com segurança”, diz comunicado.

 

Ainda segundo a Americanas S.A, não há evidências de comprometimento das bases de dados por conta do incidente. As equipes continuam mobilizadas, seguindo todos os protocolos de segurança e trabalhando para a retomada integral no mais curto espaço de tempo dos sistemas comprometidos.

 

A suspeita é que o ataque seja de autoria do grupo de cibercriminosos Lapsus, o mesmo que invadiu o Ministério da SaúdeLocaliza e outras instituições.

 

Comunicado disponível no site na manhã desta quarta-feira (23)

 

Casas Bahia se envolve em polêmica após piada sobre incidente

 

Diante de uma grande rede de solidariedade e um forte movimento de apoio nas redes sociais para a Americanas, Submarino e Shoptime. As Casas Bahia, aproveitou o momento para fazer uma “brincadeira” sobre o ocorrido. Por meio de seu aplicativo, a empresa enviou a seguinte mensagem para seus usuários: “Caiu aí? Aqui a queda é só nos preços! Mi-lha-res de produtos com até R$ 2.000 OFF + 10x sem juros. #RindoComRespeito”, finaliza a mensagem.

 

A notificação não foi bem vista por grande parte dos usuários, em nota, a Via, dona das Casas Bahia, publicou um comunicado pedindo desculpas pelo ocorrido. “A companhia e suas marcas são solidárias e atentas com os temas do setor. O push em questão, inapropriado, não reflete a posição da empresa. Pedimos desculpas pelo erro, que foi corrigido assim que detectado e impactou uma base ínfima de 0,001% de usuários do aplicativo da marca”.

 

A Security Report disponibiliza o comunicado completo na íntegra:

 

“Americanas S.A. (“Companhia”), em observância ao disposto na resolução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) n.º 44/21, em complemento às informações já divulgadas por meio dos Comunicados ao Mercado de 19 de fevereiro de 2022 e de 20 de fevereiro de 2022, informa que está restabelecendo gradualmente e com segurança seus ambientes de e-commerce desde quarta-feira (23/02), suspensos em razão de incidente de segurança do qual foi vítima entre os dias 19 e 20 de fevereiro. Não há evidência de comprometimento das bases de dados. As equipes continuam mobilizadas, com todos os protocolos de segurança, e atuarão para a retomada integral no mais curto espaço de tempo”.

 

Rio de Janeiro, 23 de fevereiro 2022.

 

Miguel Gutierrez
Diretor de Relações com Investidores

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

AT&T comunica acesso indevido aos dados dos clientes

Registros de chamadas telefônicas e mensagens de texto de quase todos os clientes foram baixados ilegalmente. Em nota, a companhia...
Security Report | Destaques

“Transparência é o fator-chave da relação entre SI e empresa”, afirma Gil Vega, CISO da Veeam

O atual líder de Segurança da Informação da vendor falou com exclusividade à Security Report sobre sua trajetória em diversos...
Security Report | Destaques

BRASPRESS retoma funcionamento do site oficial após ataque de ransomware

Incidente que causou a parada de diversos sistemas operacionais da companhia se deu ainda no começo dessa semana, e forçou...
Security Report | Destaques

Problemas técnicos causam perda de dados de 39 mil chaves Pix da 99Pay

Incidente ocorrido entre 26 de junho e 2 de julho desse ano foi revelado pelo próprio Banco Central do Brasil...