Pix coloca o fator Segurança em lugar de destaque

Serviço de pagamento já movimentou mais de R$ 150 bilhões e, na visão de líderes de SI, fomentar a conscientização e atenção para golpes digitais é o melhor caminho

Compartilhar:

Em operação desde o dia 16 de novembro, o Pix chegou ao mercado com objetivo de mudar a forma de realizar pagamentos instantâneos. O serviço financeiro já movimentou mais de R$ 150 bilhões e ganhou novos recursos como integração dos aplicativos bancários com a agenda de contatos, alteração de dados cadastrais e Pix por aproximação, para pagamento sem contato via NFC.

 

De acordo com o Bacen, até o final do primeiro semestre de 2021, os usuários terão à disposição o Saque Pix, com a possibilidade de realizar saques em dinheiro no comércio brasileiro.

 

Como um novo sistema de pagamento, a inovação é enorme, mas os desafios também, principalmente quanto à maturidade em aspectos de Segurança. Todos os envolvidos estão preparados para os impactos dos processos de SI? Como avançar em proteção e evitar falhas?

 

“No final das contas, voltamos para uma questão de 15 anos atrás, onde temos muita tecnologia, mas falta maturidade para o cidadão lidar com novos recursos tecnológicos. É preciso estar atento aos golpes digitais”, comenta o CISO Ricardo Castro durante painel no Security Leaders.

 

Na visão do executivo, quem está menos preparado é a ponta do ecossistema, ou seja, aquela pessoa que usa tecnologia bancária da mesma forma que usa o WhatsApp, Facebook e Instagram.

 

O Diretor de Segurança do Agibank, Marcos Donner, relembrou do impacto inicial do SPB (Sistema de Pagamento Brasileiro), lançado em abril de 2002. Segundo ele, foi uma transformação gigante no mercado financeiro e reforça que o sistema nacional é extremamente sólido, com uma regulação invejável.

 

“As instituições financeiras que oferecem o serviço Pix precisam se preocupar com a segurança dos usuários, que é mais vulnerável e menos educada em termos de segurança e fraudes eletrônicas. Esse é o nosso maior desafio, fomentar a importância da proteção dos dados e atenção aos golpes eletrônicos”, comenta Donner.

 

Mas os líderes presentes no debate também enxergam desafios de conscientização em empresas. Na visão dos executivos, é importante fomentar melhores práticas de Segurança e projetos de comunicação que auxiliem na evolução da maturidade do brasileiro.

 

Para o segundo semestre, há previsão de integração de dois novos serviços: o Pix Garantido, para o pagamento de compras parceladas e o Pix Débito Automático, para pagamentos recorrentes.

 

O conteúdo completo desta discussão está disponível no canal da TVD no YouTube.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Hackers utilizam WhatsApp para roubar números de telefone, aponta pesquisa

A ESET explica como é o roubo de contas, como configurar a autenticação em duas etapas para se proteger e...
Security Report | Destaques

RSA na visão dos CISOs: Líderes analisam papel da SI e chegada de novas tecnologias

Com presença expressiva de CISOs brasileiros, a RSA Conference trouxe tendências de posicionamento da categoria, bem como as novas estratégias...
Security Report | Destaques

Ypê aposta em tecnologia para automatizar privacidade dos usuários

Empresa contou com a parceria da NovaRed e garantiu uma redução significativa de tempo gasto nas respostas em requerimentos da...
Security Report | Destaques

ATUALIZADO: Linha do tempo destaca ataques mais recentes

Painel de incidentes foi atualizado com os casos envolvendo a Polícia Federal, a Toyota Brasil, o Sistema de Administração Financeira...