Para Cisco, simplificar o gerenciamento na estrutura de redes é a solução mais segura

Em evento realizado com clientes nesta semana em São Paulo, a empresa apresentou sua plataforma integrada, que tem como objetivo prover redes seguras, monitoração e experiencia do usuário

Compartilhar:

“O poder de olhar para todas as coisas no mesmo lugar”, foi a frase citada por Renier Souza, CTO da Cisco Brasil, ao resumir a visão da empresa sobre a gestão unificada e simplificada na infraestrutura de redes, durante o evento Power of the Platform, realizado nesta quarta-feira (31), em São Paulo.

 

Conforme estudos da IDC, até 2024, 40% dos CIOs não conseguirão evoluir recursos de TI para oferecer infraestruturas digitais modernas e apoiar resultados de negócios orientados por arquitetura. Seguindo por essa linha, o objetivo da Cisco é que, através de sua plataforma, as empresas possam gerenciar e observar suas dificuldades sem complexidade, sendo operacionalmente simples, protegendo cada conexão e se mantendo sustentavelmente flexível.

 

Com esse propósito, a companhia está direcionando investimentos sólidos em diversas frentes, incluindo o desenvolvimento da propriedade intelectual e a realização de aquisições estratégicas. E, na visão da Cisco, essa estratégia está diretamente lincada com as iniciativas de Cibersegurança. “Hoje, não é concebível construir uma nova estrutura de conectividade sem ter na concepção da arquitetura a implementação de Segurança”, destaca Ricardo Mucci, presidente da Cisco Brasil.

 

A abordagem estratégica da empresa se desdobra em quatro fundamentos essenciais: reinventar as aplicações, com ênfase no datacenter; modernizar a infraestrutura, abrangendo toda a rede, incluindo provedores de serviços; promover o trabalho híbrido por meio de soluções colaborativas; e priorizar a segurança. Todos esses elementos estão interligados e se complementam, reforça os executivos.

 

Ainda assim, o desafio destacado por Renier Souza é a experiência do usuário. Segundo o CTO, esse é o diferencial competitivo, “quando pensamos no trabalho híbrido, as ferramentas precisam fazer com que as pessoas que estão em casa não sejam excluídas. É necessário que ao comprar uma tecnologia, ela seja eficiente para a produção e segurança dos usuários”, completa.

 

Com essa iniciativa, a plataforma visa unificar sistemas que abrangem infraestrutura, gerenciamento, APIs, dados e políticas em um único ponto de integração, garantindo uma solução mais eficiente e segura. “Estamos há 10 anos trabalhando em uma plataforma que permita aos colaboradores otimizarem seu tempo em outras funções dentro da empresa”, finaliza Gianfranco Tori, líder de experiência de rede da Cisco para América Latina.

Destaques

Colunas & Blogs

Conteúdos Relacionados

Security Report | Destaques

Hospital Sírio-Libanês lança projeto de conscientização em Cyber Security

Com o apoio da Fortinet na produção de palestras e conteúdos, a instituição assegurou a participação de vários profissionais do...
Security Report | Destaques

Capital One Arena faz da segurança física a primeira linha de defesa para a Cibersegurança

Com o objetivo de evoluir seus níveis de proteção física e lógica dentro das dependências do estádio, a Monumental Entertainment,...
Security Report | Destaques

Desafios em ascensão: a jornada dos CISOs brasileiros rumo à proteção das APIs

Estudos apontam que a proteção das interfaces de aplicações é uma das principais lacunas no controle da Segurança. Na visão...
Security Report | Destaques

Após 5 dias da ação do FBI, LockBit está de volta com novas estratégias de ciberataque

No sábado (24), o administrador do grupo anunciou retomada dos negócios ilícitos, reconhecendo que os sites foram bloqueados pelas polícias...