[bsa_pro_ad_space id=3 delay=8]

Dia da Internet: Phishing e data leak são duas das maiores ameaças ao usuário

Com o desenvolvimento acelerado da tecnologia, a crescente de tentativas de golpes no ambiente online também se torna uma realidade. Nesse sentido, especialistas da 99Pay reúne recomendações de segurança

Compartilhar:

A internet surgiu em 1995 e, dez anos depois, a ONU estabeleceu o Dia Mundial da Internet. Comemorado no dia 17 de maio, a data é um lembrete não só da revolução que a internet continua a promover, mas também da importância da conscientização sobre o uso das tecnologias da informação, promoção do acesso universal, redução da exclusão digital e reforço de boas práticas de segurança cibernética.

 

No Brasil, 84% da população, ou 156 milhões de pessoas, acessaram a rede digital em 2023, de acordo com o levantamento da TIC Domicílios. O índice chega a quase 100% entre os mais ricos e fica em 69% nas classes D e E.

 

Com o desenvolvimento acelerado da tecnologia, a crescente de tentativas de golpes no ambiente online também se torna uma realidade. Dados levantados pela Kaspersky revelam que em 2023, houve um aumento de 25% a 35% no número de golpes digitais.

​‍

Os golpes bancários foram os mais presentes durante o ano, resultantes principalmente de duas situações: furto ou roubo do celular, seguido pelo acesso aos dados bancários da vítima de forma fraudulenta.

 

Pensando nisso, o especialista Bruno Trigo, Gerente Sênior de Risco da 99Pay, reuniu alguns dos golpes mais comuns e dicas de como evitá-los.

 

Phishing

A ideia aqui é, como o próprio termo diz, “pescar” informações dos usuários. “O phishing é uma das formas mais comuns de golpe e a estratégia é utilizada por fraudadores que se passam por empresas conhecidas. Os ataques podem acontecer de forma geral ou direcionada e o maior objetivo dos golpistas é manipular os usuários para obter informações confidenciais. Por isso, a recomendação aqui é evitar compartilhar dados sigilosos no ambiente online”, afirma o especialista.

 

Perfis falsos

Essa abordagem é ainda mais simples em comparação com a anterior. Nesse método, o golpista reúne informações básicas da vítima e cria um perfil falso. Com essa identidade fictícia, o criminoso entra em contato com pessoas do círculo social do indivíduo e inventa uma história convincente.

 

“Nesse caso, é importante alinhar com os colegas e familiares para que caso recebam alguma solicitação do tipo, chequem diretamente com a pessoa por meio de uma ligação ou chamada de vídeo”, esclarece Trigo. Além disso, os fraudadores também podem criar um perfil falso de uma marca ou empresa. Nessa situação, o cuidado é outro. É Importante estar atento se aquele é, de fato, o canal oficial da companhia em questão e nunca compartilhar senhas ou informações de acesso.

 

Revisão das transações

Após e durante a realização de compras online, é importante fazer revisões detalhadas das transações executadas. Desta forma, é possível identificar possíveis atividades suspeitas. “É fundamental estar sempre atento às movimentações de sua carteira. Além disso, conferir com cuidado os dados de pagamento antes de finalizar o PIX e o pagamento de boletos”, reforça Trigo.

 

Senha

“Cadastrar uma senha forte, com caracteres especiais, como @, #, !, letras e números é sempre a melhor alternativa”, pontua o executivo. Por exemplo, uma senha numérica de 4 dígitos pode ter 10 mil variações, ou seja, em, no máximo, 10 mil tentativas, é possível desvendar essa senha. Já uma senha alfanumérica (composta por letras e números) de oito dígitos tem quase 111 bilhões de combinações possíveis, o que dificulta muito o acesso por desconhecidos, mesmo para hackers experientes.

Conteúdos Relacionados

Security Report | Overview

ANPD é formalizada como coordenadora do Sistema Nacional de Inteligência Artificial

Como órgão de coordenação do SIA, a ANPD receberá novas atribuições. Caberá à Autarquia representar o Brasil perante organismos internacionais,...
Security Report | Overview

Nova ameaça do AllaSenha no Brasil faz setor financeiro entrar em alerta

Novo método de ataque, baseado em infecção de scripts Python e uso de plataforma Azure como Comando e Controle tem...
Security Report | Overview

95% das empresas têm problemas de segurança nas APIs, apura novo relatório

Relatório Salt Security State of API destaca ecossistemas de API em rápido crescimento, o aumento da atividade de ataques e...
Security Report | Overview

Laboratório de threat intel detecta roubo de credenciais em quase 800 empresas globais

O grupo Sophos X-Ops, focado em pesquisas no cenário cibercriminoso internacional, detectou uma nova campanha de comprometimento de credenciais válidas...